undefined
O Dia
'Voltou a ser aquele Flamengo do Jorge Jesus', diz jornalista sobre time comandado por auxiliar

Contaminado com a Covid-19, Domènec Torrent teve que assistir de casa a goleada por 4 a 0 do Flamengo sobre o Independiente del Valle , pela Libertadores . O clube carioca, comandado pelo auxiliar Jordi Guerrero , voltou a fazer uma bonita exibição, o que gerou elogios dos comentaristas esportivos.

Para Renato Mauricio Prado, Jordi Guerrero conseguiu implementar mais mobilidade na equipe e relembrou os tempos de Jorge Jesus no Flamengo.

"O time com ele deixou de jogar o futebol de totó, o time com ele voltou a ter mobilidade, voltou a ser aquele Flamengo do Jorge Jesus , em que o Arrascaeta tinha liberdade para andar para tudo quanto é lado, em que o Gabigol entrava de facão da direita, mas ia para ser centroavante. A jogada do segundo gol o Gabigol está na esquerda. Ou seja, o time acertou em termos de armação agora", afirma Renato.

"O Arraecaeta está jogando uma barbaridade, voltou à forma e está jogando uma barbaridade, o Gerson voltou à forma e está jogando barbaridade, o Thiago Maia está jogando muito bem, o Arão vai ter que esquentar um banquinho, não tenho a menor dúvida disso", completa. 

    Veja Também

      Mostrar mais