Morto a facadas
Divulgação
Morto a facadas

José Danilson de Oliveira , presidente do Nacional de Rolândia - time que disputa a Serie D do Campeonato Brasileiro -, foi morto a facadas na noite desta quarta-feira.

De acordo com a Polícia Militar, o homem foi esfaqueado no pescoço quando saia do trabalho. Ele chegou a ser socorrido com vida e encaminhado com urgências para o Hospital do Coração de Londrina, mas não resistiu.

Em nota oficial, o hospital explicou o caso de José. “O paciente deu entrada em estado gravíssimo. Foi prontamente levado para o centro cirúrgico e passou por procedimento de emergência com a equipe de cirurgia torácica. Contudo não foi possível reverter o quadro e, infelizmente, houve o óbito”, apontou.

O autor do crime foi Vinicius Corsini, de 20 anos. O jogador, que defendeu o Nacional em 2018, foi contido por pessoas que passavam pelo local, preso pela PM e confessou o crime. Apesar de não explicar o que motivou, o jogador reconheceu que tinha desavenças com o presidente.

José, de 56 anos, já foi vereador em três mandados em Rolândia e chegou a ser presidente da Câmara. Atual vice-prefeito da cidade, ele tentaria mais uma vez a vereança, neste ano, pelo PSB. 

Em sua homenagem, o Nacional, que estreia na Série D contra a Ferroviária no próximo sábado, às 16h30, no estádio Erich George, em Rolândia, fará um minuto de silêncio.

O clube, alías, fez uma nota lamentando o ocorrido. “Faleceu o Nosso Presidente Danilson. Que Deus o receba, obrigado por tudo o que fez pelo Nacional”, publicou a página oficial do Nacional no Facebook.

    Veja Também

      Mostrar mais