Lance

Botafogo
Divulgação
Botafogo

O Botafogo saiu em vantagem no primeiro confronto carioca pela quarta fase da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, a equipe comandada por Paulo Autuori derrotou o Vasco por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos. O gol da partida foi marcado por Matheus Babi.

O jogo de volta será realizado na próxima quarta-feira, às 21h30, em São Januário. Não há vantagem de gol qualificado fora de casa. Pelo placar obtido, o Botafogo pode até empatar que se classifica. Quem se classificar garante vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

As atenções de ambas as equipes voltam para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o Botafogo mede forças com o Santos, às 18h15, no próprio Estádio Nilton Santos. O Vasco, no mesmo dia, viaja para enfrentar o Coritiba, às 16h, no Couto Pereira.

BOTAFOGO EM CIMA, MAS VASCO PASSA PERTO
​A partida iniciou com o Botafogo tendo a posse de bola. A equipe comandada por Paulo Autuori criava chances de ataques principalmente pelo lado direito e tinha em Honda e Caio Alexandre, no meio, como válvulas de segurança no setor. Desta forma, os primeiros 20 minutos de partida foram com o Glorioso tentando chegar ao gol.

A melhor chance deste período, contudo, foi do Vasco. Em uma das poucas oportunidades que Benítez teve liberdade no meio-campo, o camisa 10 encontrou Germán Cano sozinho dentro da área. O argentino finalizou de primeira, mas parou em boa defesa de Gatito Fernández.

VASCO EQUILIBRA AÇÕES
A chance perigosa de Cano trouxe um novo cenário ao jogo. O Botafogo, que chegava ao ataque com frequência, viu o Vasco se aproximar cada vez mais com perigo. Muito disto aconteceu porque Benítez, então encaixotado na marcação, mudou de lado e passou a liderar as oportunidades do Cruz-Maltino.

A partida ficou equilibrada, mas longe de trazer boas chances. Tanto Botafogo, que errava muitos passes perto do gol, quanto Vasco, que criava chances apenas quando Benítez pegava na bola, não ameaçaram os respectivos goleiros. Consequentemente, o primeiro tempo terminou sem gols.



MARCOS JR. PASSA PERTO!
O primeiro terço da etapa complementar foi de poucas emoções. As duas equipes não assustavam e a partida era muito focada em disputas físicas no meio-campo. O time mandante tinha mais posse de bola, mas desperdiçava muitas chances por preciosismo.

Assim como na etapa inicial, a chance mais perigosa do Vasco. Desta vez, contudo, de forma um tanto quanto despretensiosa. Sem opções de passe por perto, Marcos Júnior arriscou de longe. Gatito Fernández nem pulou, mas a bola fez uma curva e beijou a trave.

TEVE DANCINHA!
Após 20 minutos sem grandes lances, o zero saiu do placar. Em jogada construída por Honda, o japonês ligou Bruno Nazário nas costas de Henrique. O camisa 10 cruzou e Matheus Babi subiu mais que Miranda para cabecear e ver a bola morrer no fundo das redes.

FERNANDO MIGUEL SALVA O VASCO
Na desvantagem, o Vasco avançou ao ataque em busca de um empate. Em consequência, o Botafogo ganhou espaço para contra-atacar. Em uma jogada de velocidade de Matheus Babi, aos 49 minutos, o camisa 9 encontrou Kalou sozinho dentro da área, mas o marfinense chutou em cima de Fernando Miguel.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X VASCO
Data/Hora : 17/09/2020, às 19h
Local : Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro : Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes : Guilherme Dias Camilo (MG-Fifa) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Gramado :
Cartões amarelos : Matheus Babi e Keisuke Honda (BOT); Talles Magno (VAS)
Cartões vermelhos :

Gols : Matheus Babi (22'/2ºT)

BOTAFOGO : Gatito Fernández; Marcelo Benevenuto, Kanu, Rafael Forster; Kevin (Fernando 37'/2ºT), Honda, Caio Alexandre (Rentería 23'/2ºT), Victor Luís; Bruno Nazário (Rhuan 26'/2ºT), Matheus Babi, Kalou. Técnico: Paulo Autuori.

VASCO : Fernando Miguel; Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castan, Henrique; Fellipe Bastos (Bruno Gomes 17'/2ºT), Marcos Júnior, Benítez (Bruno César 39'/2ºT); Ygor Catatau (Gabriel Pec 39'/2T), Germán Cano (Ribamar 17'/2ºT), Talles Magno. Técnico: Ramon Menezes.

    Veja Também

      Mostrar mais