Daniel Alves
Divulgação
Daniel Alves

Mais um tropeço do São Paulo,  que empatou com o Bahia pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, não foi perdoado pelo jornalista José Trajano, que criticou o time comandado por Fernando Diniz, mas, principalmente, a atuação de Daniel Alves.

"O Daniel Alves me dá a sensação que é aquele jogador de pelada que é o dono da bola. Bota a bola embaixo do braço e joga onde ele quiser, joga caindo pela ponta, pelo meio, passa a bola a hora que ele quiser, corta o cabelo do jeito que ele quer e não resolve nada", afirmou Trajano, em uma live pós-jogo no UOL.

O jornalista ainda completou: "A atuação dele e esse meio de campo do São Paulo, com Liziero, Daniel Alves e Tchê Tchê é de dar dó, porque não se aproximava dos atacantes, ficava tocando para o lado", completou.

Sobrou ainda para o técnico Fernando Diniz, que segue não conseguindo trazer efetividade ao seu trabalho. "O São Paulo tem uma diretoria ineficiente, hoje (ontem) teve manifestação na porta do estádio , os torcedores indignados, tem uma direção de futebol equivocada, que contratou jogadores que não deram certo, vide o caso do Pato, que tinha um salário milionário e foi um fracasso no São Paulo. E um treinador que é o Fernando Diniz, que ainda não conseguiu convencer à frente de um clube do tamanho e da expressão do São Paulo", disse Trajano.

Sobre uma possível demissão do trienador, ele ainda não cravou que o treinador deveria ser mandado embora do São Paulo.

"Eu sempre me perguntei qual a hora de mandar um técnico embora, talvez uma das perguntas mais difíceis do futebol. Mas o caso do Diniz é difícil você ter uma resposta pronta. Primeiro, porque o São Paulo está à beira de uma eleição. Segundo, é início do campeonato, mas o retrospecto dele à frente do São Paulo desde a eliminação para o Mirassol, passando por esse empate de hoje e aquela derrota do líder Vasco da Gama, é muito preocupante", concluiu.

    Veja Também

      Mostrar mais