Atrás de um novo treinador , o Flamengo definiu o seu novo alvo: Domènec Torrent , de 58 anos. Muitos não devem ligar o nome a pessoa, mas com certeza conhecem Pep Guardiola. Pois bem, o espanhol foi auxiliar-técnico do atual comandante do Manchester City e um dos maiores da história do Barcelona por dez anos. Esta introdução serve para começar a responder a pergunta: afinal, quem é Domènec Torrent?

tecnico
Agência O Globo
Domènec Torrent é alvo do Flamengo


Nascido em Santa Coloma de Farners, na Espanha, Torrent tem apenas um trabalho como técnico principal — o New York City, que disputa a Major League Soccer, dos Estados Unidos. Pode parecer pouco, mas o espanhol quebrou diversos recordes no país e anotou a melhor campanha do clube na história do torneio — foi líder da conferência leste e eliminado nas semifinais. Ele pode ser desconhecido para os rubro-negros, mas diz ter bastante conhecimento sobre o futebol brasileiro — e principalmente sobre o Flamengo.

— Eu gosto de me manter atualizado sobre o futebol ao redor do mundo. Então, vi muitas partidas do Campeonato Brasileiro no último ano. Conheço perfeitamente a equipe que eles [Flamengo] têm — declarou o treinador, quando questionado sobre o interesse do Rubro-Negro em sua contratação.

A maior credencial do espanhol é, de fato, ter sido auxiliar de Guardiola de 2008 à 2018. Ele foi responsável por ajudar Pep a formar a lendária equipe do Barcelona que dominaria a Espanha por quase uma década e conquistaria três títulos de Liga dos Campeões. Torrent também tem méritos na formação de nomes como Lionel Messi, Xavi Hernández e Andrés Iniesta. Também o seguiu por Bayern de Munique e Manchester City.

Os caminhos da dupla se separaram em 2018, quando ele decidiu seguir carreira independente ir para o New York City. A amizade, porém, permanece. Questionado sobre Torrent, Guardiola rasgou elogios ao ex-auxiliar e afirmou vê-lo pronto para comandar qualquer equipe em qualquer país.

— Eu acho que ele está absolutamente preparado para qualquer país. Ele fez a melhor temporada da história do New York City na última temporada. Ele é incrivelmente bem preparado, tem muita experiência. Não tenho nenhuma dúvida sobre sua capacidade — destacou Guardiola.

— Eu aprendi muito com ele, aprendemos juntos. Parte do nosso sucesso que tivemos em Munique e aqui em Manchester foi por causa dele. Fico feliz de saber que as pessoas pensam nele neste momento estranho, da pandemia do coronavírus. As decisões que precisam ser tomadas não são fáceis, vamos ver — completou.

Discípulo do 'tiki-taka'

Torrent diz que a sua filosofia de jogo é bastante parecida com a de Guardiola: jogo de posição, controle da posse de bola e um forte viés ofensivo. Inclusive, este é um dos pontos que o coloca na mira do Flamengo. Afinal, muitas destas características também estavam presentes na equipe rubro-negra de Jorge Jesus. Ou seja, a troca não seria tão brusca.

Recentemente, O GLOBO realizou um raio-X e destacou os principais pontos de todos os treinadores especulados para assumir o Flamengo. Ser um discípulo de Guardiola foi uma das características destacadas em Torrent.

— Ele definitivamente é um discípulo de Pep Guardiola. O time trocava passes rápidos desde a defesa e pressionava os rivais. Era atraente — opina o jornalista jornalista Jeff Carlisle, da ESPN americana.

As influências do tiki-taka (e alguns pontos em comum com Jorge Jesus) podem ser vistas no NY City de Torrent. Chanot, Sands e Callens formam o trio de saída de bola assim como Jesus buscava no Flamengo com Rodrigo Caio, Pablo Marí e Willian Arão. Dois meias mais centralizados são responsáveis por iniciar as jogadas (Gerson e Everton Ribeiro) enquanto seus atacantes apostam na movimentação para encontrar espaços.

Outra característica comum nas equipes de Jesus e Torrent é a pressão pós-perda. A partir do momento que a bola está com o adversário, a marcação aumenta a sua pressão para forçá-lo ao erro. Isso também é possível de ser observado no New York City. Por fim, claro, velocidade na troca de passes como manda o manual do 'tiki-taka' para abrir defesas.

Livro de Guardiola

Assim como o lateral-direito Rafinha, Torrent tem um espaço no livro 'Guardiola Confidencial'. Se isso for um pré-requisito, o espanhol tem boas chances de ser escolhido como o novo técnico do Rubro-Negro.

No livro, o contexto mostra uma partida em que Pep Guardiola, ainda pelo Bayern de Munique, enfrenta José Mourinho, que defendia o Chelsea. Com a bola rolando, Torrent percebe que Toni Kroos está deixando espaços nas suas costas e sugere Guardiola a colocar o lateral-direito Philipp Lahm como volante. O conselho foi atendido pelo treinador.

"Após meia hora de jogo, acontece uma mudança que marcará toda a temporada do Bayern. Kroos sofre todas as vezes que o Chelsea lança bolas às suas costas, porque sua maior virtude não é girar rápido e defender. Então, Domènec Torrent, assistente de Pep, lhe diz "E se colocássemos Lahm como volante?

Guardiola não vacila. Levanta-se rápido e, quase entrando em campo, grita para Kroos: "Toni! Você de 8, você de 8! Philipp de 6!", diz o trecho.

Outra parte do livro mostra uma conversa entre Guardiola e Torrent sobre Lahm. Nela, o auxiliar reafirma o potencial do lateral-direito para jogar como volante e convence o treinador mantê-lo na função. O ato influencia diretamente a passagem de Rafinha, hoje no Flamengo, no clube alemão, que passa a ter mais oportunidades como titular.

"Durante a volta a Munique, aliás, a cabeça de Guardiola já está em outro lugar: mais precisamente, em Lahm. A viagem se transforma em uma conversa monotemática entre Guardiola e Domènec Torrent, assistente técnico, sentado a seu lado: "Viu o potencial do Lahm? Viu como ele encontra os corredores, como gira e protege a bola? Certamente pode jogar tanto na lateral como no meio de campo". É o prenúncio de uma das grandes descobertas da temporada...", diz outra parte do livro.

Negociação com o Flamengo

Com Carlos Carvalhal a caminho do Braga, de Portugal, as atenções do Flamengo se voltaram para Domènec Torrent. O espanhol ganhou força e, nesta terça-feira, está agendada uma nova conversa entre ele e os dirigentes rubro-negros, que podem avançar na busca por um novo treinador.

A priníipio, a conversa deve acontecer por telefone. Caso os contatos avancem, um encontro presencial será agendado em breve. A tendência é que valores sejam apresentados ao espanhol e as negociações, enfim, sejam iniciadas.

O vice-presidente de futebol, Marcos Braz, e o diretor de futebol, Bruno Spindel, conversaram com Torrent no último sábado, em Madri. Sobre a mesa, o Flamengo apresentou as condições para o técnico se enquadrar no que o clube pensa sobre filosofia de jogo, tática e tempo de contrato, mas não tratou de proposta financeira.

A questão da adaptação é crucial e foi tratada. O Flamengo quer um treinador capaz de assumir até pelo menos o fim de todas as competições em disputa este ano, ou seja, até fevereiro de 2021.

O clube não quer correr o risco de perder o profissional no meio das disputas que se iniciam em agosto. Por isso, um vínculo de um ano, ou até o fim de 2021, é o que será colocado como opção.

    Veja Também

      Mostrar mais