Lance

Jô foi apresentado no Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Jô foi apresentado no Corinthians

Em meio à pandemia de coronavírus, o isolamento doméstico e o distanciamento social, algumas medidas precisam ser adaptadas à nova realidade e como a apresentação de Jô no Corinthians não seria diferente. Em uma coletiva virtual de cerca de uma hora e meia, o atacante se declarou para o clube e considerou a escolha da volta ao Timão como natural por conta de seu coração. Além disso, os problemas financeiros não foram levados em conta.

Sentado sozinho apoiado na mesa de entrevistas da sala de imprensa do CT Joaquim Grava, Jô deu suas primeiras declarações vestindo a camisa alvinegra para iniciar sua terceira passagem pelo clube. E para que isso acontecesse, ele seguiu seus sentimentos como bom corintiano. Mesmo em meio às indefinições durante o surto de coronavírus, não tinha como pensar em outras propostas, tendo na mão a possibilidade de voltar ao Corinthians.

- Ficou tudo muito indefinido. Quando eu me desliguei do Nagoya, ouvi muitas especulações, e o Corinthians foi um clube que demonstrou desejo e oficializou tudo. No meio dessa indefinição, eu não poderia ficar esperando. O Corinthians me ofereceu um ótimo contrato, eu tenho um carinho muito grande, minha família está estruturada em São Paulo. Não dá pra ficar pensando muito quando tem o Corinthians na sua mão. Quando você tem o Corinthians na mão, o coração bate mais forte. Foi muito tranquila minha decisão, espero ser feliz nesse retorno - declarou o camisa 77.

Jô aceitou assinar contrato com o Timão enquanto o clube passa por uma crise financeira, agravada pela pandemia de coronavírus, inclusive com salários atrasados para o elenco profissional. No entanto, nada disso causou dúvidas na cabeça do atacante, que confia que pela grandeza corintiana e pelos profissionais que trabalham por lá, isso será contornado em algum momento.

- Já deixei claro que a parte financeira não ia interferir em nada. Tenho um carinho e uma gratidão muito grande pelo clube. Hoje em dia não é só o Corinthians, é o mundo inteiro. A gente precisa entender o momento, mas saber que é o Corinthians, um clube que sempre arcou com a suas responsabilidades. Para mim, isso não foi um empecilho. Confio nos profissionais do Corinthians, é uma fase que todo mundo está passando, como grandes empresas. O importante é que estou muito feliz de estar aqui de volta.

- Um clube como o Corinthians, do tamanho do Corinthians, tem problemas. Mas aqui tem pessoas muito capazes de corrigir os problemas. Hoje se externou mais essa questão dos problemas, alguns enxergam como muito grande, mas isso aqui é Corinthians! Quando optei, independente dos problemas... eu sei da grandeza, do que o Corinthians é capaz de fazer, a capacidade de contornar os problemas, os Corinthians vai fazer isso e ser o que sempre foi - completou o jogador.

Aos 33 anos, sem jogar desde dezembro e com histórico de lesões no ano passado no Japão, Jô acredita estar 100% para voltar a fazer história pelo Corinthians e confia nos profissionais do clube para deixá-lo em alto nível.

- Eu me cuido, sei lidar com meu corpo, os profissionais do Corinthians me conhecem bem. Nessa questão estou tranquilo, lesões os jogadores têm ao longo da carreira. A gente sabe lidar com isso e, aqui no Corinthians, temos esse suporte todo. É dar continuidade, eles sabem o caminho para me deixar em alto nível. Estou bem, mas sempre requer trabalho preventivo pra gente ter um bom ano e fazer bons jogos. Graças a Deus, hoje estou 100%.

    Veja Também

      Mostrar mais