Felipe Melo foi condenado a pagar R$ 48 mil ao jornalista Renato Mauricio Prado após dizer que o profissional era "corno, chifrudo, babaca e covarde", em 2013. De acordo com o próprio jornalista, o jogador ficou bravo quando o profissional disse que que o Flamengo estaria interessado em sua contratação.

Leia também: Felipe Melo apoia Bolsonaro, mas ressalta: "Momento não é falar de política"

Felipe Melo
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Felipe Melo


"Ele me injuriou em post publicado no seu perfil no Facebook", disse Renato. O processo correu inicialmente na 32ª Vara Cível, onde a juíza Adriana Costa dos Santos, em sentença publicada no dia 18 de janeiro de 2016, deu ganho de causa ao jogador e condenando o jornalista a pagar R$ 3 mil reais a Felipe Melo , a título de indenização.

Leia também: Pato e Felipe Melo se unem em apoio a Bolsonaro e usam lema do presidente

O jornalista recorreu à segunda instância e teve uma nova decisão, em que Renato teve que pagar os R$ 3 mil mas Felipe Melo foi condenado a pagar R$ 20 mil como ressarcimento moral. 

Desde então, houve recusos das duas partes, mas, segundo Renato, a única alteração ocorrida no acórdão final foi quanto à data em que juros e correção monetária sobre os valores determinados deveriam ser aplicados. Ficou decidido também que do valor inicial da indenização de Renato seria abatida a indenização do jogador (R$ 3 mil), ou seja, o jornalista pagaria R$ 17 mil. Sobre esse valor foram aplicados juros e correção monetária referentes ao longo período das escaramuças judiciais.

Leia também: Perfil de presidente do Corinthians posta vídeo de Felipe Melo

Por conta disso, Felipe Melo agora terá que pagar R$ 48.446,54, além de
6.511,44 para o advogado do jornalista.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

      Mostrar mais