Lance

Durante o "Fox Sports Rádio" desta quinta-feira, o comentarista Flávio Gomes condenou o retorno do Flamengo aos treinos, mesmo desrespeitando as ordens da Prefeitura do Rio de Janeiro . Segundo o jornalista, o clube está desrespeitando o bom senso.

Leia também: Confiança em reabertura: Flamengo dá novo passo ao voltar e se vê respaldado

flamengo
Reprodução
Dirigentes do Flamengo foram chamados de fascistas


- O que o Flamengo está fazendo é desrespeitar o bom senso. Mesmo que não haja nenhuma lei proibindo treinamentos para jogos de futebol, todos os clubes esportivos do Rio de Janeiro estão fechados. Ninguém pode frequentar clubes esportivos. Ninguém pode jogar bola na quadra do prédio. Ninguém pode fazer atividades esportivas porque, como não são essenciais, elas não estão permitidas - afirmou.

Jornalista ainda afirmou que, segundo ele, o Flamengo está sendo usado como instrumento político de um embate entre o governador Wilson Witzel e o Presidente da República Jair Bolsonaro.

Leia também: Pichações em muro do Flamengo acusam dirigentes: "Fascistas"

- O Flamengo , para mim, está sendo usado como instrumento político de um embate entre o governador do Rio de Janeiro e o Presidente da República. E os dirigentes do Flamengo assumiram uma posição muito clara neste jogo político. Eu acho um completo absurdo o péssimo exemplo o que o Flamengo está dando para a sociedade num momento que o Rio de Janeiro não tem mais leitos, que tem fila de mais de mil pessoas esperando UTI e tudo mais. É um péssimo exemplo. É horroroso o que o Flamengo está fazendo à revelia das autoridades de saúde, do bom senso e dos outros clubes - completou.

    Veja Também

      Mostrar mais