Maracanã
Divulgação
Maracanã

O futebol ainda não tem data para ser retomado. No entanto, o  Governo do Rio planeja que o retorno seja realizado com 50% da capacidade dos estádios já em sua segunda fase. A medida foi incluída no plano para a retomada gradual das atividades elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, que prevê a volta de eventos esportivos na chamada "bandeira amarela", quando a ocupação de leitos de UTI estiver entre 70% e 90% e a curva dos casos semanais de coronavírus estiver caindo.

Leia também: Com jogos parados, pé de maconha nasce em cimento de arquibancada na Argentina

A determinação é diferente da que vem sendo adotada em países que já retomaram o futebol , como a Alemanha, onde não há presença de público. O documento cita ainda a realização de exames em todos os envolvidos nas partidas, medição de temperatura de torcedores e profissionais de imprensa, distância de 2 metros nas arquibancadas e desinfecção total dos estádios e dos materiais utilizados pelos jogadores.

A retomada da capacidade total dos estádios só será permitida quando o Rio atingir a "bandeira verde", que é quando a taxa de ocupação dos leitos de UTI estiver em menos de 70% e os novos casos da Covid-19 tiverem taxa de crescimento negativa ao longo da semana. No entanto, as medidas de higiene deverão ser mantidas.

    Veja Também

      Mostrar mais