Corinthians vai concorrer a prêmio do futebol feminino
Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Corinthians vai concorrer a prêmio do futebol feminino

Apesar do tricampeonato paulista, o ano de 2019 não foi de tantas boas recordações para o torcedor do Corinthians, pelo menos no que se refere ao futebol masculino. O mesmo não se pode dizer do feminino. Campeão paulista com 100% de aproveitamento, da Libertadores e vice-campeão brasileiro, mantendo uma invencibilidade de 45 jogos seguidos, o time comandado pelo técnico Arthur Elias consolidou o protagonismo do clube entre as mulheres.

Leia também: Corinthians deve R$ 14 mi a empresários e R$ 48 mi em direitos de imagem

Agora, esse projeto de sucesso que transformou o alvinegro na equipe a ser batida na categoria pode levar para casa mais um troféu, o do Conafut2020, organizado pela Conferência Nacional de Futebol e apontado como maior e mais importante evento executivo da Indústria do Futebol no Brasil. O clube paulista foi indicado entre os três melhores projetos de futebol feminino, concorrendo, nessa quarta edição do prêmio, contra a Ferroviária e o Internacional. Vale lembrar que o alvinegro já venceu a categoria no ano passado e pode levar agora o bicampeonato. 

Em entrevista ao iG, a responsável pelo departamento no Corinthians, Cris Gambaré, comemorou a indicação. 

“Fico extremamente feliz de ver o clube concorrendo mais um ano ao prêmio. Isso é o reflexo do trabalho de toda uma equipe, que se desdobra no dia a dia para fazer sempre o seu melhor. Concorrer mais uma vez a um dos prêmios mais prestigiosos do futebol nacional é mais uma conquista a somar para o futebol feminino do Corinthians”, afirma ela, falando sobre o “ano mágico” da categoria. “Em campo, quebramos diversos recordes e conquistamos dois dos três títulos disputados. Fora dele, acredito que fizemos um trabalho de excelência, aproximando ainda mais o torcedor da equipe e mostrando que é possível fazer futebol feminino no Brasil com o devido respeito à modalidade, além de oferecer todo o suporte necessário para os profissionais envolvidos”.

A força do Corinthians no futebol feminino começou a ser construída em 2016. Desde lá, foram nove finais dos dez torneios oficiais que participou. Ao todo, o clube soma cinco taças. Tirando as vencidas em 2019, o alvinegro acumula a Copa do Brasil de 2016, o Brasileirão de 2018 e a Libertadores de 2017. Estruturalmente, a equipe conta com ônibus próprio, parceiros e patrocinadores. O elenco, por sua vez, possui médicos, preparadores, psicólogo e nutricionista. Os treinos são realizados no espaço destinado à base corintiana no CT Joaquim Grava e o Parque São Jorge é o estádio oficial.

Além do prêmio no projeto do futebol feminino, o clube pode ver três dos seus atuais profissionais no masculino também premiados. São eles: Tiago Nunes e os auxiliares Evandro Fornari e Kelly Guimarães. Isso porque, o comando técnico do Athlético-PR de 2019 foi indicado para o prêmio de “Melhor Comissão Técnica” daquela temporada. Campeão da Copa do Brasil e da Levain Cup, o grupo liderado pelo atual treinador do Corinthians tem, porém, uma dura batalha pela frente, já que enfrenta os profissionais do Flamengo, chefiados pelo português Jorge Jesus, e os do Santos, quando ainda era comandado pelo argentino Jorge Sampaoli. 

O Corinthians ainda pode ter o seu atual analista, Pedro Sotero, condecorado na categoria “Melhor Departamento de Análise de Desempenho de 2019”, por ter liderado o trabalho desse departamento no Athletico. Nessa disputa, os paranaenses concorrem com os profissionais do Flamengo e do Fortaleza. 

A votação para decidir os ganhadores parte de três júris, cada um com seu peso: os especialistas são responsáveis por 70% do poder de voto, enquanto os participantes do Conafut detêm 20%. Os outros 10% pertencem ao júri popular. A pessoas podem votar, por meio do site www.conafut.com.br, até o dia de 26 de maio. Por conta da pandemia do coronavírus, os vencedores serão anunciados, no dia 28 de maio, das 19 às 20 horas, por meio de uma transmissão ao vivo nas redes digitais da premiação. 

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

      Mostrar mais