Lance

Lance


O Flamengo ainda colhe os cacos da trágica notícia da morte do massagista Jorge Luiz Domingos, mais conhecido como Jorginho, que era funcionário do clube há 40 anos e, contaminado pelo novo coronavírus, foi vítima de uma parada cardíaca. O clube estava organizado para retornar às atividades no Ninho do Urubu nesta terça-feira, depois da recente realização dos testes da COVID-19 , e reiniciar os trabalhos com 80% da equipe reduzida no CT. Ainda é cedo para saber se o triste episódio influenciará nos planos rubro-negros, mas o fato é que este acontecimento deixou todos muito abalados e receosos.

Leia também: Massagista do Flamengo desde 1980, Jorginho morre vítima da COVID-19

flamengo
Divulgação
Flamengo segue sem data para voltar aos treinos



Além disso, mesmo com a liberação da Ferj, ainda não há o "ok" do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que estendeu as medidas de isolamento social até 11 de maio e não se mostra flexível quanto à retomada dos treinos e eventos esportivos.

Leia também: Com a liberação da Ferj, Flamengo aguarda Governo para voltar aos treinos

No último domingo, Felipe Bornier, secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do Rio, se pronunciou no Twitter e destacou que a Secretaria de Saúde indica a permanência das pessoas em suas casas, seguindo a quarentena:

- Compreendo a importância do futebol, e das demais modalidades, para o fomento do esporte, o desenvolvimento econômico e o entretenimento da população. Contudo, as medidas adotadas pelo Governo do Estado para o enfrentamento à propagação da COVID-19 estão prorrogadas até dia 11/5 - postou, completando, na mesma rede social:

- A retomada dos treinos e eventos esportivos só poderá ocorrer com garantia da segurança à saúde de todos os envolvidos, sendo necessário um plano de ação que se encaixe nas orientações da Secretaria de Saúde, que, neste momento, indicam a permanência do isolamento social. Além disso, há de se considerar que está prevista para as próximas semanas a abertura de mais leitos para atendimento aos pacientes em tratamento da COVID-19, incluindo o Hospital de Campanha do Complexo do Maracanã. É um momento decisivo, com o compromisso de preservar vidas.

URUGUAIO DE VOLTA

Ainda sem uma data concreta para voltar ao Ninho, Arrascaeta revelou que deixará o Uruguai para retornar ao Rio nesta quinta-feira, em entrevista à Rádio Sport 890 - de seu país natal. E o camisa 14 salientou a ansiedade de voltar ao cotidiano no CT do clube.

- Volto ao Rio na quinta e começo com os testes. A maioria (dos jogadores) quer voltar a rotina, ao cotidiano, estar com os companheiros e ter contato com a bola - comentou o meia uruguaio.

ATLETAS TOPAM REDUÇÃO SALARIAL

Por falar em Arrascaeta, os atletas do Fla aceitaram reduzir os salários, visando colaborar com os 62 funcionários que foram demitidos na última semana, em iniciativa que partiu do próprio plantel. A informação foi inicialmente publicada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, em seu blog no "UOL".

Leia também: Zico dedica 1º lugar em ranking de ídolos do Flamengo ao pai

Ainda não há uma definição quanto à readequação de pagamentos, mas é possível afirmar que o planejamento está emperrado por conta do novo modelo de pagamento dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro pela TV Globo - com pagamentos de parcelas mais diluídos.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários