Preso há quase um mês no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho recebeu uma ligação de um antigo parceiro dos gramados. De acordo com o jornal "El Mundo", o ex-zagueiro Puyol foi um dos interessados em saber como estava o ex-companheiro de Barcelona, onde atuaram juntos de 2003 a 2008.

Leia também: Ronaldinho se destaca em partida de vôlei na prisão; assista

ronaldinho
Reprodução
Ronaldinho Gaúcho


A reportagem destaca que Ronaldinho tem acesso privilegiado, por ligação ou mensagens de texto, a familiares e amigos. Antes de as visitas serem limitadas pela pandemia do coronavírus, o brasileiro também tinha vários "encontros". O ex-capitão da seleção paraguaia Carlos Gamarra foi um dos que o visitaram atrás das grades.

Ronaldinho foi preso no dia 4 de marçoo por tentar entrar no Paraguai com um passaporte falso. Autoridades locais investigam se o movimento fazia parte de um esquema de lavagem de dinheiro do qual também participariam seu irmão Assis e uma empresária local, Dalia López.

Leia também: Detidos por assalto e homicídio vencem Ronaldinho no futevôlei na prisão

Nas últimas semanas, veículos da imprensa local relataram que o ex-jogador tem passado parte do tempo entretido com partidas de futevôlei. No dia 21, ele passou o aniverário de 40 anos na prisão.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários