Ronaldinho Gaúcho posa para foto na prisão
Reprodução/Twitter
Ronaldinho Gaúcho posa para foto na prisão

Estrela do complexo penitenciário Agrupación Especializada da Polícia Nacional, em Assunção, no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho passou a ser disputado pelos times de presos para o torneio de futsal do presídio. Segundo o jornal "ABC Color", os líderes das equipes tentam várias manobras para "contratar" do ex-jogador para a competição, que terá como participantes policiais que prestam serviços e os detidos uniformizados.

Leia também: Globo adia matéria em homenagem ao aniversário de Ronaldinho

Conforme a publicação, Ronaldinho teria prometido aos colegas de prisão que jogaria a competição se não fosse solto. Na terça-feira, o ex-craque teve o pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça paraguaia. A decisão do ex-meia será informada nesta quarta-feira.

O campeonato interno do presídio costuma acontecer geralmente a cada seis meses. O torneio já estava previsto antes da detenção de Ronaldinho. São 194 presos distribuídos em 10 times. Policiais não jogam.

Ronaldinho autografa camisa do Flamengo dentro da prisão
Reprodução
Ronaldinho autografa camisa do Flamengo dentro da prisão

Ele será disputado em duas categorias: livre e sênior. A primeira não tem limite de idade, enquanto a segunda é para jogadores a partir dos 35 anos. Algumas das equipes da categoria sênior que pretendem contratá-lo são: Villa Real, Pira Guasu, Halcones, Chacarita, Sport Espada, Sport Pitufo e Negro Cumbiero.

Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão Assis dividem uma cela dormitório no complexo penitenciário. Eles estão no mesmo setor de outros presos famosos: Ramón González Daher, ex-presidente da Associação Paraguaia de Futebol, acusado de lavagem de dinheiro, e o deputado Miguel Cuevas, processado por enriquecimento lícito e tráfico de influência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários