Lance

Atlético-MG x Cruzeiro arrow-options
Reprodução/Twitter Atlético-MG
Atlético-MG x Cruzeiro

Foi um clássico quente, com muitas emoções, mas o Atlético-MG saiu vencedor da partida contra o Cruzeiro, batendo o rival por 2 a 1, com gols de Igor Rabello e Otero para o Galo e Thiago descontando para a Raposa.

O jogo em si foi muito equilibrado, com o jovem time azul não sendo dominado (como se esperava) pelo Alvinegro, que fez um grande primeiro tempo, mas no segundo viu o Cruzeiro reagir e até ameaçar a vitória atleticana. Com o estádio lotado, no fim do jogo, Otero deu os três pontos que garantiram o triunfo ao novo vice-líder, com 15 pontos, do Estadual. A Raposa fica com 14 pontos, caindo para a quinta colocação.

Galo conduz as ações no primeiro tempo

O Alvinegro teve quase 70% de posse de bola na etapa inicial, tendo o controle das principais ações do jogo. O Cruzeiro sentiu a pressão nos primeiros minutos de partida, permitindo que o Galo estivesse com as melhores chances de gol.

Savarino, Otero e Nathan. Boas articulações

O Galo teve no trio boas movimentações, conseguindo distribuir bem a bola, alimentando com qualidade o ataque atleticano.

Sistema defensivo do Galo forte

O Alvinegro teve força ofensiva, mas conseguiu segurar o ataque celeste com firmeza, sem permitir muitos perigos para Victor.

Golaço no Mineirão

Em cobrança de escanteio feita por Otero, Igor Rabello se antecipou à zaga celeste e num movimento de improviso, deu de calcanhar, mandando a bola no ângulo de Fábio. Um lindo gol no Mineirão.

Raposa melhora na etapa final

Adilson Batista conseguiu equilibrar o jogo com as trocas feitas. As entradas de Thiago e Jhonata Robert deram um reforço ofensivo, além de colocar o duelo em equilíbrio. Os nervos da Raposa estavam no lugar depois de um início muito nervoso.

Marcelo Moreno dando trabalho

O atacante se movimentou bem, orientou e foi um pilar da Raposa no ataque cruzeirense. Era o “treinador” dentro de campo. Experiência que faz diferença para o jovem time celeste.

Cazares e Tardelli

O Galo promoveu as entradas do meia e do atacante, que reestreou pelo time. Apesar da expectativa, a dupla, fora de forma, fez um jogo tímido no clássico.

Base azul deixando o recado

Edílson consegue subir bem ao ataque, vê o jovem centroavante Thiago, que se antecipa à zaga do Galo e manda para o fundo das redes de Victor.

Time azul muda de postura. Galo piora

O segundo tempo teve mais equilíbrio, graças à reação celeste, que conseguiu se impor, mas também houve uma piora atleticana na etapa final, com menos força ofensiva. O torcedor Alvinegro reclamou muito.

Meninos do Cruzeiro passam pelo teste

O jovem time celeste provou que pode dar muitas alegrias ao seu torcedor. Fez um jogo firme e mesmo com a derrota, não foi “amassado” pelo Galo.

Outro golaço do Galo. O da vitória ! Galo vence o clássico

Marquinhos entrou no segundo tempo, melhorou o time. No último ataque do jogo, ele avançou pela esquerda e rolou para Otero, que acertou um belo chute no ângulo de Fábio; Galo sai vitorioso do clássico, com um gol aos 47 minutos do segundo tempo.

Agenda dos clubes

O Cruzeiro encara o Coimbra no dia 15 de março, domingo, às 16h, no Independência. O Galo terá pela frente o Villa Nova, no sábado, 14, às 19h, em Nova Lima.

    Veja Também

      Mostrar mais