IstoÉ

Bruno Henrique, atacante do Flamengo
Twitter/Reprodução
Bruno Henrique, atacante do Flamengo

Uma blitz da Lei Seca na madrugada deste sábado (29) no Rio de Janeiro parou o carro do atacante do Flamengo Bruno Henrique. Segundo os agente que fizeram a abordagem, o jogador apresentou uma carteira de habilitação de São Paulo, que não constava no sistema de informática do Detran do Rio. As informações são do G1.

O atacante também se recusou a realizar o teste do bafômetro, para averiguar se havia traços de álcool no sangue. De acordo com o programa Lei Seca, ele foi multado por dirigir sem habilitação e por ter se recusado a fazer o teste. Depois, Bruno Henrique apresentou um condutor habilitado e retirou o veículo da blitz.

O delegado Giniton Lages, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), informou que uma perícia será realizada para saber se o documento apresentado pelo jogador é falso ou se houve um erro no banco de dados. Caso seja comprovado a falsidade do documento, Bruno Henrique poderá ser indiciado por uso de documento falso. O crime prevê pena de até 6 anos de reclusão.

    Veja Também

      Mostrar mais