Ato machista do mascote do Atlético-MG
Reprodução
Ato machista do mascote do Atlético-MG

O Atlético-MG se posicionou nas redes sociais e repudiou o episódio de machismo que aconteceu no último domingo, na apresentação de Diego Tardelli, envolvendo o mascote do galo. Além de lamentar o fato, o clube afastou o funcionário e pediu desculpas à atleta Vitória Calhau, às companheiras e torcedoras do time.

ENTENDA O CASO

Enquanto havia a apresentação de Diego Tardelli e do time feminino do Atlético-MG para a temporada, o mascote do clube pegou a mão de uma das atletas que estava ao lado do ídolo, deu uma “voltinha” com ela e saiu de cena fazendo gestos machistas, que incomodaram a torcida e gerou revolta nas redes sociais.

O caso aconteceu antes da partida contra a Caldense, pelo Campeonato Mineiro, no Independência. A partida terminou com derrota para o galo por 2 a 1.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários