Flamengo e Athletico-PR farão duelo rubro-negro na Supercopa do Brasil arrow-options
Twitter Oficial/Reprodução
Flamengo e Athletico-PR farão duelo rubro-negro na Supercopa do Brasil

No próximo domingo (16), Flamengo e Athletico, campeões do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil de 2019, respectivamente, se enfrentam no Mané Garrincha, em Brasília, às 16h, na terceira edição da Supercopa do Brasil.

A competição, criada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em 1990, teve apenas duas edições realizadas. A primeira, no mesmo ano, teve como campeão o Grêmio. No ano seguinte quem levantou a taça foi o Corinthians.

"A Supercopa do Brasil representará mais recursos para os clubes envolvidos e vai mexer com a paixão do torcedor. Teremos, na abertura da temporada, uma grande festa dos campeões da temporada anterior, com um deles celebrando mais uma conquista. É um novo produto que valoriza o futebol brasileiro, um avanço que temos que comemorar", afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Grêmio x Vasco pela Libertadores de 1990 arrow-options
Reprodução
Grêmio x Vasco pela Libertadores de 1990, confronto que também valeu pela Supercopa do Brasil

Pouco lembrado pelos torcedores, o torneio tem algumas histórias curiosas de suas edições passadas. Em 1990, o Vasco, campeão brasileiro, enfrentou o Grêmio, vencedor da Copa do Brasil, mas por falta de datas, não houve uma partida específica, e o campeão foi definido nas partidas entre as duas equipes pela Libertadores.

No jogo de ida, disputado no Estádio Olímpico, o Grêmio venceu por 2 a 0, com gols de Nilson e Darci. Na volta, no São Januário, as equipes não saíram do zero, e o time gaúcho se tornou o primeiro campeão da Supercopa. O clube alega, porém, que nunca recebeu a taça da competição.

Corinthians e Flamengo duelaram na Supercopa do Brasil de 1991 arrow-options
Divulgação
Corinthians e Flamengo duelaram na Supercopa do Brasil de 1991

A segunda edição do torneio aconteceu em 1991, com o encontro entre Corinthians e Flamengo, campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil, respectivamente. A decisão foi em partida única, realizada no Morumbi, em São Paulo.

Apesar de envolver as duas maiores torcidas do país, a Supercopa do  Brasil daquele ano foi um fracasso de público. O público da partida foi de apenas 2.706 pagantes, que viram o meia Neto anotar o único gol da partida, que deu o título ao Timão.

    Veja Também

      Mostrar mais