Lance

Raniel celebra após marcar contra a Inter de Limeira arrow-options
Guilherme Dionizio/Código 19/Agência O Globo
Raniel celebra após marcar contra a Inter de Limeira

Na sua melhor atuação sob o comando do técnico Jesualdo Ferreira, o Santos contou com grande atuação de Raniel para fazer 2 a 0 na Inter de Limeira, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro. O atacante desencantou e marcou logo os seus dois primeiros gols com a camisa do Peixe.

Com a vitória, o Santos se manteve na liderança do Grupo A do Campeonato Paulista, com sete pontos ganhos. A Inter é a segunda do Grupo C, com três pontos. No próximo domingo, o Peixe tem o clássico com o Corinthians, às 11h, em Itaquera. A Inter de Limeira recebe a Ponte Preta, na segunda, às 17h.

Pressão inicial

Com quatro alterações no time titular, para evitar a fadiga dos jogadores, de acordo com o técnico Jesualdo Ferreira, o Peixe não mudou seu estilo de jogo e pressionou o time da Inter de Limeira desde o começo do jogo. Tailson, uma das novidades na equipe, quase marcou logo aos seis minutos, mas a sua finalização de cabeça passou perto do gol.

Desencantou

Na sua terceira partida com a camisa do Santos - a segunda como titular, o atacante Raniel teve a sua melhor atuação até aqui. Antes mesmo de abrir o placar, ele já assustou ao mandar uma bola na trave em uma tentativa de cruzamento fechado. Cinco minutos depois, aos 22, ele não desperdiçou e marcou com estilo. O camisa 12 recebeu pela esquerda, cortou para o meio e mandou um chute no ângulo, sem chances para o goleiro Rafael Pin.

Antes do intervalo, o atacante apareceu de novo. Aos 44, Pituca cobrou escanteio, Marquinhos deu um leve desvio de cabeça e a bola sobrou pra Raniel, livre na pequena área, empurrar para o gol e fazer 2 a 0.

Administrou

Com os dois gols no primeiro tempo, o Peixe não voltou do intervalo com o mesmo ímpeto. Ainda assim, Uribe perdeu uma boa oportunidade logo no começo da etapa complementar. Depois, quem acabou levando mais perigo foi a Inter de Limeira. Thomaz mandou uma na trave e Geovane obrigou Everson a fazer uma grande defesa. Mas foi só isso. Os últimos minutos do jogo valeram para a promessa Renyer, de 16 anos, entrar e fazer a sua estreia com a camisa do Santos .

    Veja Também

      Mostrar mais