Lance

Alexandre Mattos, ex-dirigente do Palmeiras arrow-options
Site oficial
Alexandre Mattos, ex-dirigente do Palmeiras

A crise é sem fim na Raposa. Nesta quinta-feira, o clube sofreu mais uma baixa em seus quadros. O executivo de futebol, Alexandre Mattos, que chegou na segunda-feira para ser um consultor do clube, anunciou sua saída da Toca da Raposa nesta quinta-feira, 9 de janeiro, ampliando o momento tenebroso do clube celeste. 

Mattos, que veio para ajudar a organizar a casa na Raposa, não continuará o trabalho de consultoria. A proposta era ele ficar 60 dias no Cruzeiro e auxiliar o diretor de futebol Ocimar Bolicenho antes de seguir para a Inglaterra, onde irá trabalhar no Reading. 

O motivo da saída é o desligamento de Pedro Lourenço do conselho gestor e responsável pelo futebol estrelado. O dono da rede de supermercados BH também anunciou sua saída do Cruzeiro nesta quinta-feira.

Pedro Lourenço disse que mesmo saindo do conselho gestor, não irá retirar os patrocínios que sua empresa tem com o Cruzeiro. 

Mattos teve bom volume de produtividade, pois conseguiu vender Fabrício Bruno para o Red Bull Bragantino e ainda entrando em um acordo com o jogador para que retirasse uma ação trabalhista na Justiça.

Outras negociações conduzidas pelo dirigente foram as saídas de Egídio e Henrique, quase confirmadas rumo ao Fluminense, além de encaminhar o destino de Orejuela, que está perto do Flamengo. 

Alexandre Mattos também foi decisivo na contratação do novo diretor de futebol do clube, Ocimar Bolicenho, sendo indicação do ex-consultor. 

A saída de Mattos, é a terceira seguida em cargos importantes no Cruzeiro. Já deixaram o clube o CEO Vittorio Medioli e Pedro Lourenço, agora ex-vice de futebol. Ambos eram membro originais do conselho gestor que assumiu no dia 23 de dezembro a Raposa para tentar salvar o Cruzeiro de sua maior crise na história. 

    Veja Também

      Mostrar mais