Tamanho do texto

Jogador teria dado oito socos no rosto de sua esposa e deve ter contrato rescindido com o São Paulo quando retornar ao Brasil

Goleiro Jean arrow-options
Divulgação
Goleiro Jean

Acusado de agredir sua esposa Milena Bemfica, Jean estava preso desde a manhã de quarta-feira (18), nos Estados Unidos. Nesta quinta-feira (19), o goleiro passou por audiência de custódia e foi liberado. A soltura do jogador já foi publicada no registro da polícia americana.

Leia também: Caso Jean: Rescisão de contrato do goleiro, preso nos EUA, é precipitada

O caso se tornou público depois que Milena usou as redes sociais para gravar um vídeo com o rosto cheio de machucados provocados por agressões de Jean , que teria dado oito socos nela durante uma briga do casal.

"Eu quero justiça, eu quero justiça. Eu estou trancada no banheiro e olhe o que ele está fazendo comigo", disse ela. Ao fundo, é possível ouvir Jean perguntando: "Você vai fazer isso com a sua filha?".

De acordo com o B.O, Milena retrucou os socos, em legítima defesa, com uma chapinha de cabelo que estava no hotel, em Orlando . O documento também revela que o hotel onde o casal estava hospedado, Marriot Fairfield, foi quem denunciou a briga. Os seguranças do local levaram a policia até o quarto do casal.

Mulher do goleiro Jean acusou jogador de agressão arrow-options
Reprodução/Twitter
Mulher do goleiro Jean acusou jogador de agressão

A briga teria começado depois de Milena ver o marido conversando com outra mulher no telefone. “Jean me disse que então Milena o bateu na testa com a prancha de cabelo e depois o mordeu na coxa. Pedi para ele me mostrar o local e pude ver um pequeno ferimento na coxa", relatou o policial no boletim.

Leia também: São Paulo comenta Arboleda com camisa do Palmeiras "Aborrece a instituição"

“Pedi então que Jean me explicasse como Milena conseguiu mordê-lo nesta região e ele não soube explicar. Ele então disse que tudo não passou de um mal-entendido”, completou o policial.