Tamanho do texto

Flamengo, Grêmio e Corinthians possuem interesse no jogador. Cariocas são os favoritos e devem retomar negociação após o Mundial de Clubes

Lance

Pedro Rocha deve ser um dos primeiros a deixar o Cruzeiro arrow-options
Telmo Ferreira / FramePhoto / Agência O Globo
Pedro Rocha deve ser um dos primeiros a deixar o Cruzeiro

Que o elenco do Cruzeiro vai ser reformulado, não é uma novidade para o torcedor da Raposa. Com dívidas muito altas, elenco com salários inflacionados, o time azul terá de negociar com os “medalhões” da equipe. Saída certa é do Pedro Rocha. 

Emprestado pelo Spartak, da Rússia, até o fim do ano, Pedro Rocha tem um custo muito alto, fora da realidade do time celeste. O empresário do atleta, Hamilton Bernard. diz ser zero a chance de continuar em BH.

O valor fixado para contratar em definitivo Pedro Rocha gira em torno de 7 milhões de dólares (quase R$ 30 milhões), algo inviável para o atual momento do clube mineiro. 

Outro empecilho é o alto salário de Pedro, tornando sua permanência improvável. O retorno técnico também não deve “animar” o Cruzeiro e batalhar para que ele fique. Pedro Rocha fez 33 jogos e marcou apenas quatro gols em 2019.

Além do baixo aproveitamento, em várias ocasiões, ficou lesionado, não podendo ajudar o time em momentos chave, como na reta final do Brasileiro, retornando à equipe apenas nas últimas partidas, sem fazer boas apresentações, ficando no banco para David, que fez apenas três gols em todo o ano de 2019.

Vai pra onde?

Apesar do momento ruim na Raposa, Pedro Rocha ainda desperta interesse de clubes brasileiros e ainda não definiu o futuro, pois dependerá do Spartak, detentor dos seus direitos. Corinthians, Flamengo e Grêmio surgem como interessados.

Os favoritos são os cariocas, que após o Mundial de Clubes devem retomar as conversas para tentar um empréstimo parecido com o de Gabigol, pagando apenas os salários.