Tamanho do texto

Cunhada do treinador do Flamengo passou por uma cirurgia cardíaca no mesmo dia da partida contra o River Plate, em Lima

Jorge Jesus, técnico do Flamengo arrow-options
Alexandre Vidal / Flamengo
Jorge Jesus, técnico do Flamengo

O técnico Jorge Jesus superou um problema familiar para levar o Flamengo ao bicampeonato da Copa Libertadores, no último dia 23 de novembro, em Lima, no Peru.

Leia também: Gabigol deixa no ar possível despedida do Maracanã: "Pode ser a última"

Enquanto se concentrava com o clube para enfrentar o River Plate, no Estádio Monumental, Jorge Jesus rezava para a cunhada, Madalena Jesus, mulher do seu irmão mais velho, Carlos Jesus, passasse bem por uma cirurgia no coração.

Foi o próprio irmão do treinador rubro-negro que contou a situação. "Nesse dia, a minha mulher estava nos cuidados intensivos. Ele é muito próximo da família, sempre foi", disse Carlos Jesus à revista portuguesa  TV7 Dias .

Leia também: Após polêmica com Flamengo, repórter deve deixar o esporte da TV Globo

Carlos e a esposa foram convidados pelo técnico para ir à Lima e acompanhar a final da Libertadores, assim como o restante da família. Por causa da cirurgia, eles não foram, mas o irmão garante que virá ao Brasil no fim do ano para conhecer o país.

Jorge Jesus na capa de revista portuguesa arrow-options
Reprodução
Jorge Jesus na capa de revista portuguesa

A capa da revista traz a manchete: "Jorge Jesus esconde drama"

Jesus com futuro incerto

Além do problema familiar, o futuro de  Jorge Jesus  — que tem contrato com o Flamengo apenas até maio de 2020 — só deverá ser conhecido após o Mundial de Clubes, no fim do mês.

Mas o português afirma que o resultado do torneio não influenciará sua decisão de permanecer ou não na Gávea.

Leia também: Jesus fala sobre futuro e admite preferência por trabalhar na Espanha

"(Significaria) terminar a temporada com mais um título, tão importante como foi a Libertadores. Mas a minha decisão não vai ser tomada em função desse jogo. Até porque eu tenho contrato com o Flamengo até maio, apesar de haver alguma especulação em torno do meu futuro", disse o treinador em entrevista ao Correio da Manhã .