Tamanho do texto

Galvão infartou em Lima, no Peru, e precisou passar por um cateterismo dias antes da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate; confira mais

Dia 20 de novembro, três dias antes da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate, Galvão Bueno sofreu um infarto em Lima , no Peru, onde narraria o jogo e precisou passar por um cateterismo, além de dois dias internado na UTI.

Leia também: Globo gastou alto valor para substituir Galvão na Libertadores; veja números

o Bueno arrow-options
TV Globo
Galvão Bueno


Quase duas semanas depois do susto, Galvão falou ao "Fantástico" sobre como tudo aconteceu e sobre seu estado de saúde. "Eu estou me sentindo absolutamente 100%", disse ele, que foi substituído por Luís Roberto na final da Libertadores.

Leia também: Mulher de Galvão Bueno fala pela primeira vez após infarto do narrador

O narradar passou mal após um jantar com a esposa Desirée e disse que começou a sentir dor no peito e no braço. Sua mulher chamou uma ambulância e ele foi encaminhado para um hospital de Lima. "Eu insisti que não era pra tanto", comentou.

O médico de Galvão no Brasil ficou em contato com a equipe médica de Lima e, após fazer um eletrocardiograma, Desirée tirou uma foto do resultado e mandou para o médico brasileiro. "Segundos depois ele ligou falando que precisava fazer um cateterismo. Ali mostrava que eu tinha tido um infarto".

Questionado se teve medo, o narrador disse que não, mas depois voltou atrás. "Tive... Quando sai do hotel para o hospital, aí eu disse 'será que chegou a hora?'. Aí você pensa na vida, na avaliação de tudo que fiz, tenho muito orgulho do que fiz ,sei que comi alguns erros, alguns exageros, bebi um pouco a mais, noites sem dormir", comentou.

Leia também: Galvão Bueno experimentou "viagra natural" antes de passar mal no Peru

 "Eu sou muito chegado na minha família, minha mãe, minha mulher, meus filhos, meus sete netos e eu disse 'tenho que dar mais tempo pra eles'. Posso e devo tomar meu vinho e tenho que baixar o nível de estresse", completou Galvão .

    Leia tudo sobre: Futebol