A temporada de Bruno Henrique chama atenção: eleito melhor jogador da Libertadores, vice-artilheiro do Flamengo no ano, com 34 gols em 59 jogos, vice-artilheiro do Brasileirão, com 21 tentos, e 14 assistências. A boa fase despertou interesse de clubes europeus e asiáticos.

Leia também: Noite de festa completa! Bruno Henrique dá show e Flamengo goleia o Ceará no Rio

Bruno Henrique
Agência O Globo
Bruno Henrique


As sondagens já começaram, mas nenhuma oferta oficial chegou à mesa do empresário de Bruno Henrique , Dênis Ricardo. Porém, nos próximos dias, o agente viajará para o exterior para se reunir com clubes e ouvir o que os interessados têm a oferecer ao jogador de 28 anos (completa 29 em dezembro). Lucas Cândido, atualmente no Vitória, outro cliente de Dênis, também será pauta durante a viagem pelo Velho Continente.

Embora o tour de Dênis Ricardo seja apenas pela Europa, clubes asiáticos também demonstraram interesse em Bruno Henrique. Clubes da Primeira Divisão da China e do Japão, através de agentes intermediários, entraram em contato com o agente oficial do atacante para sondar a possibilidade de o jogador atuar no mercado que não tem tanta visibilidade, mas com a promessa de salários astronômicos, girando em torno de 3 milhões de euros por ano, cerca de 14 milhões de reais.

Leia também: Santos irrita o Flamengo ao fazer cobrança financeira por Bruno Henrique

O foco de Bruno Henrique está no restante da temporada, com a possibilidade de terminar o Brasileirão como artilheiro - Gabigol tem quatro a mais - e na possibilidade de conquistar o Mundial pelo Flamengo . O jogador , inclusive, ainda não sentou com Dênis Ricardo para falar sobre o assunto.

 Henrique
Reprodução / Twitter oficial do Flamengo
Bruno Henrique


Situação contratual:

Bruno Henrique foi contratado no início desta temporada e tem vínculo com o Flamengo até dezembro de 2021. O valor da multa rescisória não foi revelada à reportagem, mas é considerada "bem alta" para algum clube do exterior pagar sem que haja negociação com o Rubro-Negro.

Leia também: Henríquez responde Bruno Henrique e diz: "Libertadores não se ganha assim"

O clube carioca desembolsou 23 milhões de reais para tirar o atacante do Santos e não vai facilitar em caso de um possível interesse de um time estrangeiro. A diretoria entende que o camisa 27 é peça fundamental no elenco e não quer se desfazer do jogador facilmente. Um dirigente, à reportagem, afirmou: "Vai ser osso duro de roer tirar ele ( Bruno Henrique ) daqui."

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

      Mostrar mais