Tamanho do texto

O camisa 10 da Albiceleste marcou o único gol da partida, de pênalti

messi arrow-options
Reprodução/ Twitter
Lionel Messi marcou o gol da Argentina na partida

No dia da Proclamação da República, a seleção brasileira masculina perdeu para a Argentina em amistoso disputado nesta sexta-feira (15), Emirados Árabes, no estádio universitário Rei Saud.

Leia também: Ex-seleção, Roberto Carlos terá passaporte confiscado por conta de dívidas

O amistoso começou com a seleção brasileira perdendo pênalti aos 09 minutos de jogo. Gabriel Jesus chutou no canto do goleiro Andrada e a bola foi para fora. Minutos depois, o árbitro da partida marcou pênalti para a Argentina e Lionel Messi marcou aos 13 minutos, depois de rebote do goleiro Alisson.

No último amistoso de 2019, o Brasil enfrentará a Coreia do Sul na próxima terça-feira (19) às 10h30, horário de Brasília, no estádio Mohammed Bin Zayed.

QUEM NÃO FAZ... LEVA!

O clássico começou bastante agitado, com dois pênaltis marcados, um para cada lado - ambos assinalados corretamente pelo árbitro Matthew Conger. O primeiro foi a favor do Brasil, aos oito minutos da etapa inicial, quando Gabriel Jesus foi derrubado por Pezzella. O próprio Gabriel Jesus foi para a cobrança, mas perdeu - mandou para fora.

Dando sentido ao ditado "quem não faz, leva", a Argentina, aos 11, também teve uma penalidade marcada - em toque de Alex Sandro. Messi foi para a cobrança, Alisson defendeu, mas deu rebote e o próprio Messi fez: 1 a 0 para os argentinos.

NÃO ADIANTA APENAS POSSE...

Atrás do marcador, o Brasil precisava sair mais para o ataque. Porém, sem ousadia, o meio de campo da seleção montada por Tite ficava com uma longa posse de bola, mas sem criação, sem efetividade, não adiantava de nada. Até o intervalo, apenas mais uma chance de perigo - e foi para a Argentina.

Aos 45 minutos, Arthur errou passe, a bola sobrou para Messi, que arrancou e chutou cruzado para a defesa de Alisson. Na volta para o segundo tempo, o panorama dos 45 minutos iniciais se manteve, com o Brasil acuado diante de uma Argentina que buscava ser efetiva para confirmar a vitória.

HERMANOS VENCEM

A Argentina seguiu bem melhor do que o Brasil. A nossa Seleção, pela disposição apresentada dentro de campo, parecia que estava goleando os hermanos. Irreconhecíveis, nada faziam. E a equipe comandada por Lionel Scaloni pressionava cada vez mais. Ocampos tentou aos 13 minutos, Messi aos 20, Paredes aos 30, Lautaro Martínez aos 34, Guido Rodríguez aos 38... Com toda a justiça do mundo, a Argentina venceu o Brasil por 1 a 0. Se pressionassem, poderia ter sido por um placar mais elástico ainda. A seca segue, duas derrotas, três empates. Alô, Tite, precisa mudar, hein!

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0 X 1 ARGENTINA

Estádio: Universitário Rei Saud, em Riade (SAU)
Data/hora: 15/10/2019 - 14h (de Brasília)
Árbitro: Matthew Conger (NZL) - Nota LANCE!: 6,5 (marcou bem os pênaltis, mas parou muito o jogo para conversar)
Auxiliares: indisponíveis
Gramado: Bom
Público/renda: indisponíveis
Cartões amarelos: Danilo, Casemiro, Eder Militão (BRA) e De Paul, Paredes (ARG)
Cartão vermelho: -

GOL: Messi 12'/1ºT (0-1)

BRASIL: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Eder Militão e Alex Sandro (Renan Lodi 17'/2ºT); Casemiro (Wesley 40'/2ºT), Arthur (Fabinho 9'/2ºT) e Lucas Paquetá (Philippe Coutinho intervalo); Willian (Rodrygo 25'/2ºT), Roberto Firmino e Gabriel Jesus (Richarlison 25'/2ºT). Técnico: Tite.

ARGENTINA: Andrada, Foyth, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; De Paul (Nicolás Dominguez 44'/2ºT), Paredes (Guido Rodríguez 37'/2ºT), Ocampos (Nicolás González 29'/2ºT) e Lo Celso (Acuña 13'/2ºT); Messi e Lautaro Martínez (Alario 42'/2ºT). Técnico: Lionel Scaloni.

    Leia tudo sobre: futebol