Tamanho do texto

Dudu Monsanto participou das transmissões da emissora esportiva por 14 anos e cobra na Justiça Trabalhista cerca de R$1,6 milhão; confira mais

Lance

Após 14 anos dentro da ESPN Brasil, o ex-narrador do canal esportivo Dudu Monsanto decidiu acionar à Justiça por uma dívida trabalhista com a emissora. Monsanto exigiu R$ 1,58 milhão de indenização na Justiça do Trabalho depois de ser desligado do canal em dezembro de 2018.

Leia também: Mauro Cezar e Gian Oddi explicam discussão ríspida ao vivo na ESPN

espn arrow-options
Divulgação
Dudu Monsanto colocou a ESPN na Justiça


O narrador reclama por não ter reconhecido o vínculo de contratado mesmo no período em que trabalhou, mas a emissora não optou por renovar. Na ESPN Brasil, o ex-jornalista do canal José Trajano defendeu a permanência de Monsanto nas transmissões. Vale lembrar que o narrador integra a equipe da DAZN.

Leia também: Comentarista demitido da ESPN aparece no SporTV e causa reações na web

A ação tramita na 71ª Vara de Trabalho. Atualmente na DAZN, Monsanto apresentou programas como "Bola da Vez", "Sportcenter", "Bate Bola" e "Pontapé Inicial". O narrador ainda transmitiu as Olimpíadas de Pequim, em 2008, Londres, 2012, e Rio de Janeiro, em 2016. Assim como participou da cobertura de três Copa do Mundo Alemanha (2006), África do Sul (2010) e Brasil (2014).