Tamanho do texto

Depois de "licença", repórter volta para a Globo com contrato diferente; veja

Em julho, Tino Marcos anunciou sua "licença" dentro do Esporte da Globo e, durante seis meses, não receberia salário. Sua volta estava prevista para janeiro de 2020 e, de fato, ele voltará em janeiro, mas segundo Leo Dias, seu contrato mudou completamente.

Leia também: Galvão Bueno fica em saia justa ao vivo após brincadeira de Eric Faria

Tino Marcos arrow-options
Renato Rocha Miranda/TV Globo
Tino Marcos


Tino Marcos , que trabalhava com carteira assinada e um salário entre 130 e 150 mil reais por mês, passará a ser um freelancer e receberá por trabalhos feitos, não entrará na escala de plantões e não precisará dar expediente da redação. Apesar disso, o jornalista continua com alguns benefícios, como plano de saúde.

Leia também: Glenda Kozlowski vai apresentar reality show de futebol no SBT

A decisão não atinge apenas Tino, mas todos os profissionais de Esporte da Globo que tinham salários acima de 100 mil reais. Tino Marcos cobriu 7 Copas do Mundo e é o jornalista da emissora com melhor relação com a CBF.