Tamanho do texto

Seguranças precisaram interver na forte discussão entre os dois durante reunião do Conselho Deliberativo do Vasco

Filho de Eurico Miranda briga com Campello, presidente do Vasco arrow-options
Reprodução
Filho de Eurico Miranda briga com Campello, presidente do Vasco

Rio - A reunião do Conselho Deliberativo do Vasco, na noite da última quinta-feira, precisou ser cancelada, após uma confusão generalizada tomar conta do encontro que acontecia na sede náutica cruzmaltina, na Lagoa, no Rio de Janeiro. O grupo de 212 conselheiros discutiam a aprovação das contas referente a 2018, da gestão do presidente Alexandre Campello.

Leia também: Musa do Vasco se prepara para estreia no MMA internacional e já mira vaga no UFC

O tumulto ficou marcado por uma discussão forte entre Alexandre Campello , presidente do Vasco , e Eurico Brandão, filho do ex-presidente Eurico Miranda . Os dois precisaram ser contidos por seguranças, enquanto trocavam xingamentos.

Segundo o portal "UOL", a confusão começou de fato quando o conselheiro Jaime Ribeiro, do grupo "Sempre Vasco", pediu a palavra, depois de ter sido citado na explicação de prestações de contas. No entanto, Sônia Maria Andrade, vice-presidente do clube, solicitou que Jaime não falasse, uma vez que outras pessoas já haviam usado o palanque e a reunião ia se alongando.

O clima quente ficou ainda pior quando o presidente do Conselho, Roberto Monteiro, cortou a palavra de Sônia, dizendo que Jaime falaria, atitude que gerou um incômodo. O conselheiro Carlos Leão foi contra a atitude do presidente e iniciou uma discussão contra os integrantes do "Identidade Vasco", grupo de Monteiro.

Leia também: Vídeo: torcedores do Vasco levam barradas e são espancados no Rio

Neste instante, alguns conselheiros acusaram o assessor da presidência e também membro Conselho Francisco Vilanova de induzir os seguranças contra aqueles que discutiam. Desta forma, Euriquinho reclamou da postura do conselheiro e foi cobrar uma posição do atual mandatário. O clima acabou esquentando, com acusações, insultos e empurrões entre pessoas próximas a eles.

"Vai se f..., vai tomar no c...", dizia Euriquinho. "Vai você, vai você", rebatia o presidente do Vasco . Quando os seguranças chegaram para separar os dois, o filho de Eurico demonstrou estar incomodado: "Tirem a mão de mim". Sem restabelecer a ordem, Roberto Monteiro precisou dar fim a reunião, que até o momento não tem outra data marcada para acontecer.

Assista o momento da briga: