Tamanho do texto

No Twitter, torcedores do Goiás ficaram na bronca com o comentário do dirigente do próprio clube

Chapecoense e Goiás ficaram no 2 a 2 arrow-options
Reprodução / Oeste em Foco / Tarla Wolski
Chapecoense e Goiás ficaram no 2 a 2

Um dirigente do Goiás causou muita polêmica por um comentário feito após o empate do time Esmeraldino diante da Chapecoense, por 2 a 2, na noite de domingo (20), em jogo realizado na Arena Condá pelo Brasileirão.

Leia também: Neymar passa por perrengue ao não conseguir abrir Ferrari de R$ 4 milhões

Hailé Pinheiro citou a tragédia com o avião da Chapecoense para reclamar da arbitragem que supostamente estaria favorecendo o clube catarinense na partida entre as equipes.

"Ajudar a Chapecoense que está caindo pelas tabelas? Se o avião deles caiu, não somos culpados. Não temos nada com isso. Tem que acertar é com quem derrubou o avião", afirmou o dirigente.

No Twitter, torcedores ficaram na bronca com o comentário do dirigente.

"Na real: tá passando da hora do excelentíssimo senhor Hailé Selassiê de Goiás Pinheiro ser interditado judicialmente", comentou um homem.

Leia também: Jogador perde dentes, volta ao gramado após a partida e os encontra; assista

" Chapecoense e povo de Chapecó, não levem a sério a declaração infeliz de Hailé Pinheiro, colocando uma tragédia pra falar dos erros de arbitragem. Esse senhor é uma máquina de falar merd*** aqui em GO, não representa o Goiás e muito menos a torcida, que sequer gosta dele", disse outro perfil.