Tamanho do texto

Resultado foi importante para a equipe de Rogério Ceni, que se afastou das chances de entrar na zona de rebaixamento

Lance

Fortaleza x Grêmio arrow-options
Ronaldo Oliveira/Photo Premium/Agencia O Globo
Fortaleza ganhou do Grêmio de virada


Diante de um oponente que poupou seus titulares pensando na Libertadores, o Fortaleza capitalizou a chance e bateu o Grêmio por 2 a 0 atuando na Arena Castelão. Com esse marcador, o Leão do Pici vai a 31 unidades e sobe para a 13ª colocação e o time de Porto Alegre para nos 41 em sétimo.

INICIATIVAS ESPELHADAS

A estratégia dos dois lados quando não tinha a bola era visivelmente clara: colocar o máximo de jogadores no plano ofensivo e subir bastante a primeira linha de marcação para retomar a posse o mais perto possível da área adversária. Com isso, os erros forçados na saída de bola eram numerosos no início, mas pouco aproveitados.

ERRO DE ALTO PREÇO

Quando ia sair jogando próximo a sua grande área, Osvaldo tocou com a mão na bola e a arbitragem marcou falta. Na batida, Rafael Galhardo bateu forte e Paulo Miranda mergulhou bem para testar com igual potência estufando as redes de Felipe Alves que ficou sem tempo de reação. Gol do Imortal que só fez aumentar a já intensa reclamação dos anfitriões pela marcação da falta que gerou o lance do tento.

FARO DE ARTILHEIRO...

Mais intenso na partida até mesmo pela necessidade do marcador, o Leão do Pici insistia principalmente em jogadas nas costas de Rafael Galhardo e foi dessa forma que a igualdade apareceu por intermédio de grande oportunismo de Wellington Paulista. Romarinho dominou a bola na beira da grande área e não cruzou com precisão, mas o centroavante do Fortaleza passou na frente de David Braz e cutucou pra superar Phelipe.

...QUE TAMBÉM SABE SERVIR

O time gaúcho seguia com dificuldade pra imprimir um ritmo de dominância no jogo e o que era pior pro time de Renato Portaluppi: os anfitriões seguiram na mesma batida de trabalhar bem e, na variação da investida, o lado direito do ataque foi onde nasceu o tento da virada do time cearense. Após Wellington Paulista aparecer como um segundo atacante, o camisa 9 levantou a cabeça e cruzou bem para Osvaldo bater sem qualquer possibilidade de defesa para Phelipe.

VOLTOU ACESO

O Grêmio retornou dos vestiários com a atitude esperada, implementando troca de passes e acionando, principalmente, os lados de campo com Pepê e Luciano, esse que fazia uma dobradinha interessante com Galhardo. Foi com esse ímpeto que David Braz chegou a balançar as redes, mas com a arbitragem marcando falta sobre Wellington Paulista, além de ótimo lance de habilidade por parte de Pepê que cortou pra dentro, encheu o pé e viu Felipe Alves dar uma ponta maravilhosa para intervir.

SE ATIROU DE VEZ

Para aumentar o "sarrafo" no poderio ofensivo da equipe, Renato colocou Everton e Patrick nos lugares de André e Michel, angariando opções aos seus companheiros que tentavam, mas encontravam um valente sistema defensivo do Fortaleza resistindo da maneira que conseguiam. Com direito, aliás, até mesmo a uma defesa de "manchete" efetuada por Felipe Alves na batida de Cebolinha.

TÔ AQUI, HEIN!

Depois de chegar apenas em bola espirrada onde Osvaldo retomou a posse, mas bateu mal, o Fortaleza experimentou de maneira bem mais consistente um lance trabalhado quando Osvaldo acionou Kieza nas proximidades da grande área e o centroavante bateu forte, cruzado, forçando Phelipe a defender bola que vinha no seu canto rasteiro esquerdo.

A BOLA DO JOGO!

Em jogada aérea, alternativa onde os gremistas vinham levando vantagem interessante, Rômulo teve no seu domínio o lance que tinha potencial para mudar o rumo do marcador. Após levantamento na marca do pênalti, o desvio inicial de David Braz caiu nos pés do volante que bateu embaixo da bola e viu ela passar forte por sobre o travessão de Felipe Alves.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 X 1 GRÊMIO

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Data e hora: 19/10/2019 - 17h (horário de Brasília)
Público e renda: 26.801 presentes (26.124 pagantes) - R$ 208.741,00
​Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (CBF-GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Christian Passos Sorence (CBF-GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)
Cartões amarelos: André, Rafael Galhardo (GRE); Carlinhos, Marlon, Gabriel Dias (FOR)
Cartões vermelhos: Rafael Galhardo (GRE)
Gols: Paulo Miranda (9'/1°T), Wellington Paulista (34'/1°T), Osvaldo (40'/2°T)

FORTALEZA: Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe (Kieza, aos 24'/2°T), Romarinho (Marlon, aos 24'/2°T) e Edinho (Nenê Bonilha, aos 15'/2°T); Osvaldo e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

GRÊMIO: Phelipe; Rafael Galhardo, David Braz, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Rômulo, Michel (Patrick, aos 16'/2°T) e Thaciano; Pepê, Luciano (Diego Tardelli, aos 38'/2°T) e André (Everton, aos 16'/2°T). Técnico: Renato Portaluppi.

    Leia tudo sobre: futebol