Tamanho do texto

Clube cearense alega ter sido prejudicado pela arbitragem no lance que originou o segundo gol do Rubro-Negro, quando havia duas bolas em campo

Fortaleza pede impugnação da partida contra o Flamengo arrow-options
Alexandre Vidal / Flamengo
Fortaleza pede impugnação da partida contra o Flamengo

Após a derrota de 2 a 1 para o Flamengo, na última quarta-feira, no Castelão, o Fortaleza acionou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para pedir a impugnação da partida. O pedido foi protocolado na tarde desta sexta-feira. As informações são do site "GloboEsporte.com".

Leia também: Neymar é o 2º em lista de mais valiosos do mundo; CR7 fica fora do top 25

O clube alega ter sido prejudicado pela arbitragem comandada por Paulo Roberto Alves. A reclamação é relacionada ao lance que originou o segundo gol do Rubro-Negro. Aos 43 minutos do segundo tempo, Renê bateu um lateral que foi escorado por Vitor Gabriel, e completando de cabeça por Reinier. No entanto, havia uma segunda bola em campo, o que originou o pedido de impugnação da partida .

Nos últimos dias, a diretoria do Leão já estudava a possibilidade de acionar a Justiça. Com isso, o departamento jurídico preparou uma ação baseada em argumentos que apontam que o time foi prejudicado pelo erro da arbitragem na jogada que originou o gol da virada do Flamengo .

Logo após a partida, Marcelo Paz, presidente do Fortaleza , concedeu uma entrevista onde criticou o desempenho da arbitragem.

"A gente vem vendo o Fortaleza ser roubado jogo após jogo. O árbitro, quando conduz o jogo, a gente percebe. O lateral João Lucas era para ter sido expulso porque fez falta clara em Osvaldo. O escanteio do primeiro gol não existiu, Vitinho chutou em ninguém. O VAR chamou pênalti duvidoso, e o segundo gol deles foi com duas bolas em campo e ainda foram jogadas pela torcida. O torcedor foi lesado, vestiário revoltado. O VAR é uma decepção, vê coisas que não existem", falou o mandatário.