Tamanho do texto

Em entrevista ao jornal italiano "La Gazzetta dello Sport", o ex-jogador lembrou sobre seus embates com o defensor argentino Roberto Ayala

Lance

Ronaldo Fenômeno arrow-options
Divulgação
Ronaldo Fenômeno

Na década de 90 e começo dos anos 2000, Ronaldo Nazário atormentou defesas adversárias e escreveu o seu nome na história do futebol com dribles, gols e momentos marcantes.

Leia também: Campeão mundial volta a competir após doping e choca o mundo com foto da perna

Como todo centroavante, sempre existia aquele zagueiro que ficava no seu pé e dava trabalho para completar o drible. De acordo com o próprio Ronaldo , o argentino Ayala era quase intransponível.

“Acredito que o Ayala foi o que mais me deu trabalho. Cada vez que nos enfrentávamos, ele me ameaçava e jogava no limite. Eu só tentava me defender”, declarou ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport.

Durante a entrevista, Ronaldo Fenômeno lembrou de uma passagem entre ele e o zagueiro, que aconteceu no clássico Inter de Milão e Milan.

“No começo do jogo, ele me disse que iria quebrar os meus dentes. Fui ameaçado de inúmeras formas e na primeira dividida saltei com o braço esticado para me proteger. O Ayala usou a malandragem e fingiu que tomou um soco no rosto. O árbitro não me escutou e acabei expulso”, declarou.