Tamanho do texto

Tricolor paulista valoriza o toque de bola, não balança a rede e fica no empate sem gols com os baianos pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro

Lance

Nino Paraíba e Pato disputam a bola na Arena Fonte Nova arrow-options
Marcelo Malaquias / FramePhoto / Agência O Globo
Nino Paraíba e Pato disputam a bola na Arena Fonte Nova

E segue a sina! O São Paulo não consegue vencer e nem fazer gols no Bahia na temporada. Nesta quarta-feira, em duelo direto na briga pelo Brasileirão, os tricolores não balançaram a rede e ficaram no 0 a 0, na Fonte Nova, pela 24ª rodada do torneio nacional. As equipes se encontraram em outras três ocasiões, com duas vitórias para os baianos e um empate - os confrontos foram pelo Brasileiro e Copa do Brasil. Novamente, os paulistas amargaram o resultado.

Com o resultado, o São Paulo soma 40 pontos, na quinta colocação. O Bahia, por sua vez, caiu uma posição e foi para oitavo, com 38. Depois desse confronto, as equipes voltam a campo pelo fim de semana. No sábado, os baianos enfrentam o Fluminense, às 19h, no Maracanã. No domingo, os paulistas fazem clássico com o Corinthians, às 18h, no Morumbi.

POUCO PRODUTIVO
Mesmo desfalcado, foi o São Paulo que tomou as inciativas. Com três chances, em cinco minutos, os paulistas conseguiram colocar pressão no Bahia e ainda mantiveram maior posse de bola, característica de Diniz. No entanto, pecou na qualidade das finalizações e foi só. Mais adiante, os donos da casa equilibraram as ações e intensificaram a marcação. Para tentar fazer o gol, buscaram os contra-ataques, porém com muitos erros técnicos.

DA MESMA FORMA...
Na volta para a segunda etapa, o tricolor paulista manteve a mesma proposta, com posse de bola. Contudo, não conseguia criar. A melhor oportunidade foi em chute cruzado de Alexandre Pato, mas o goleiro Douglas defendeu. Faltou mais ousadia para conseguir um resultado satisfatório. Do outro lado, o Bahia mal passava do meio-campo, o que facilitou o trabalho da defesa visitante. Além disso, erros de passes em sequência das duas equipes.

FALTOU CRIATIVIDADE
Até o fim, houve poucas oportunidades claras de balançar a rede para ambas as equipes. O Bahia arriscou 15 vezes contra 9 do São Paulo. Os clubes pouco agrediram, mas não esboçaram a gana de vencer. No fim, houve um erro de passe da defesa paulista, que colocou um pouco de ânimo. Porém, o resultado permaneceu intacto. No fim, teve um misto de vaias e aplausos.