Grêmio e Flamengo empatam em 1 a 1 na primeira partida da semifinal da Libertadores
Robson Alves/Brazil Photo Press/Agencia O Globo
Grêmio e Flamengo empatam em 1 a 1 na primeira partida da semifinal da Libertadores

E deu empate. Grêmio e Flamengo fizeram o jogo de ida da semifinal da Conmebol Libertadores na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre, e ficaram no 1 a 1 - o Rubro-Negro abriu o marcador com Bruno Henrique, com o Tricolor igualando com Pepê. A partida foi marcada por diversas polêmicas, com direito a três gols do Flamengo anulados com o auxílio do vídeo, o que provocou bastante reclamação por parte dos torcedores rubro-negros, após ver a equipe comandada por Jorge Jesus dominar grande parte da partida fora de casa.

Leia também: Mulher diz ter sido xingada por repórter da Fox Sports; ele nega

Com o resultado, o Flamengo terá a vantagem do empate em 0 a 0 na volta para ficar com a vaga na final. Um empate em 1 a 1 levará a disputa para os pênaltis - 2 a 2 em diante, o Grêmio se classifica. Quem vencer, se classifica. O jogo de volta da semifinal entre os brasileiros será no próximo dia 23, no Maracanã - quem passar pegará na decisão da competição, em novembro, o vencedor de River Plate e Boca Juniors. Antes, pelo Campeonato Brasileiro, as equipes voltam a campo no fim de semana - enquanto o Tricolor recebe o Corinthians no sábado, o Rubro-Negro visita a Chapecoense no domingo.

PRESSÃO E VAR

Na era Jorge Jesus, o Flamengo joga da mesma forma fora de casa, como se estivesse no Maracanã. E não foi diferente nesta ida da semifinal da Libertadores diante do Grêmio. Aproveitando os espaços mais pela esquerda, o Rubro-Negro pressionava o Tricolor. Arrascaeta, aos oito minutos do primeiro tempo, tirou tinta da trave. Aos 19, Everton Ribeiro chegou a marcar, mas a arbitragem, corretamente, anulou com o auxílio do vídeo observando falta de Gabigol em Kannemann.

MAIS VAR E POLÊMICA

Pouco tempo após o primeiro gol anulado do Flamengo, aos 23, o Rubro-Negro chegaria a outro gol, desta vez com Gabigol, mas novamente foi invalidado pela arbitragem - desta vez por impedimento. Lance milimétrico, impossível de chegar a uma conclusão sem o uso do vídeo, como foi feito. As polêmicas seguiriam ainda antes do intervalo provocando a ira dos rubro-negros: aos 38, Michel deu solada em Gerson, o vídeo chamou recomendando a expulsão gremista, mas ficou barato, amarelo.

GRÊMIO ACORDA

O Flamengo seguiu pressionando nos minutos finais do primeiro tempo. Renato Gaúcho, depois de ver o Grêmio dormindo em campo nos 45 minutos iniciais, aproveitou o intervalo para dar um sacode e acordar seus jogadores. A estratégia, de certo ponto, deu certo na etapa final. Luan tentou, Alisson também, chegando a Everton Cebolinha e Matheus Henrique a perderem chances incríveis, com o goleiro Diego Alves fazendo milagres.

LÁ E CÁ!

A segunda parte da etapa final foi mais agitada, com um gol para cada lado e mais um outro anulado pelo vídeo. Aos 23 minutos, Bruno Henrique subiu nas costas de Rafael Galhardo após cruzamento de Arrascaeta, estufando as redes, Flamengo 1 a 0. Onze minutos mais tarde, Gabigol faria mais um pelo Rubro-Negro, mas novamente foi anulado pelo vídeo, o terceiro no jogo - desta vez, sem dúvidas. Bruno Henrique e Pablo Marí ainda tiveram chances de ampliar, até que o Grêmio empatou aos 42 com Pepê, depois de Cebolinha cruzar. Fim de papo, empate em 1 a 1, Flamengo merecia ter saído com a vitória, mas a decisão mesmo do classificado apenas no fim do mês.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários