Tamanho do texto

Time com sósias do Flamengo virou febre entre os cariocas e farão até mesmo um amistoso na Gávea e outro no Mané Garrincha; confira mais

Não se fala em outra coisa no Rio de Janeiro: o Flamengo é líder do Campeonato Brasileiro e a galera está feliz da vida. Mas não são apenas os comandados de Jorge Jesus que fazem a alegria dos rubro-negros. Cada vez mais entrosado, o time dos sósias do Mengão já virou febre entre os cariocas e conta até com jogadores que nunca vestiram o Manto Sagrado.

Leia também: Flamengo e São Paulo lançam camisa rosa em ação conjunta pelo "Outubro Rosa"

Agencia sósias arrow-options
Agencia O Dia - Daniel Castelo Branco
Sosias do Flamengo


Tudo começou no dia 11 de abril, quando Jeferson Sales, 34 anos, decidiu ir ao jogo do Flamengo contra o San José, pela Libertadores, caracterizado como Gabigol, suspenso naquela partida. Sua imagem no Maracanã viralizou, e a carreira de sósia decolou a partir dali.

"Fico muito feliz por tudo que está acontecendo. O carinho não só dos rubro-negros, mas também das outras torcidas. Todo lugar que eu vou sou reconhecido. No jogo em Salvador, eu nem consegui almoçar, o carinho é muito grande. Mas eu fico muito feliz", conta o Gabigol da torcida, ou 'Gabigordo', apelido que não faz jus ao seu porte físico. "A câmera engorda um pouco", explica. 

Leia também: Guerrero apaga fotos com a camisa do Flamengo e internautas não perdoam


Apelidado de Diego nas peladas de fins de semana, o cabeleireiro Felipe Pison, 34 anos, resolveu aproveitar a semelhança para também entrar na onda. Curiosamente, ele também está se recuperando de uma grave lesão e precisou fazer três cirurgias no joelho direito.

"Eu não consigo mais entrar na minha barbearia para trabalhar, porque não tenho tempo. Sempre tem uma entrevista, uma gravação. Conheci pessoas como Zico e Adílio. Ainda sonho em conhecer o Diego, meu ídolo. Isso mudou a minha vida", disse Felipe.

O sucesso da dupla serviu de inspiração para outros se juntarem ao grupo. Chegaram Pará, Filipe Luís, Willian Arão, Lucas Paquetá, Muralha — velho conhecido da torcida —, Bruno Henrique e até Roberto Carlos e Neymar, que nem chegaram a vestir a camisa rubro-negra. Eles formam agora a equipe Sósias do Brasil e estão a procura de novos integrantes. O sósia de Jorge Jesus, que apareceu no Maracanã na partida contra o Internacional, é um sério candidato, mas ainda não foi localizado.

Entre os eventos na agenda do grupo, estão uma partida contra o time Master do Flamengo, na Gávea, e um amistoso no Estádio Mané Garrincha.


O MAIS PARECIDO

Em entrevista após a vitória sobre o Internacional, Gabigol não teve dúvidas ao apontar qual era o sósia mais parecido: o de Filipe Luís. E a semelhança não é só física. Matheus Almeida, 18 anos, ainda é jogador de futebol e atua como lateral-esquerdo no time sub-20 do Artsul. Ele ficou surpreso com o reconhecimento do camisa 9.

Leia também: Flamengo aproveita duas expulsões do Inter, vence e segue na liderança

"É bom saber que estamos sendo retribuídos. Temos acompanhado eles em todos os lugares e é ótimo esse reconhecimento. Fiquei muito feliz de saber que pareço tanto com esse ídolo", conta Matheus. 

*Estagiário sob supervisão.

    Leia tudo sobre: Futebol