Tamanho do texto

Em noite inspirada no Pacaembu, time de Mano Menezes passa por cima do adversário e segue apenas três pontos atrás da equipe carioca

Lance

Bruno Henrique comemora um dos gols da goleada palmeirense sobre o CSA arrow-options
Eduardo Carmim/Photo Premium/Agencia O Globo
Bruno Henrique comemora um dos gols da goleada palmeirense sobre o CSA

Com uma atuação cinematográfica, em um jogo de oito gols, o Palmeiras atropelou o CSA e venceu por 6 a 2, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Sobraram candidatos à estrela do show. Luiz Adriano e Bruno Henrique, duas vezes cada, Willian e Gómez marcaram para o Alviverde, que só trinfou desde a chegada de Mano Menezes, há cinco jogos. Apodi, com um golaço, e Ricardo Bueno, descontaram para os alagoanos.

Leia também: Neymar vai a Barcelona e cobra 43 milhões de euros do ex-clube

O Palmeiras , que chega a 45 pontos na segunda colocação e segue na caça ao Flamengo , volta a campo para enfrentar o Internacional no próximo domingo, às 16h, no Beira Rio. No mesmo dia, também fora de casa, o CSA encara o Santos, às 19h.

Velocidade Máxima
Os 10 primeiros minutos do Palmeiras foram implacáveis. Aos cinco, Bruno Henrique aproveitou o escorregão de Carlinhos e lançou na direita para Dudu, que avançou e cruzou rasteiro para Luiz Adriano só empurrar. Foi a 14ª assistência do meia-atacante no ano. Depois, o camisa 7 escorou de calcanhar para Scarpa, que cruzou para Bruno Henrique. Em nova participação, o ‘capita’ escorou de peito, ‘a la’ futevôlei, para Willian, com um toque sutil, fazer 2 a 0.

O Rei do Show
Se a etapa inicial do Alviverde foi uma produção de cinema, Bruno Henrique foi o 'mocinho'. No terceiro gol, a camisa 19 iniciou a jogada no meio, passou para receber, esticou para Diogo Barbosa na esquerda, e invadiu área para completar para as redes o cruzamento do lateral. Nos acréscimos, Dudu cobrou escanteio, Luiz Adriano e Felipe Melo desviaram, e Gustavo Gómez, de cabeça, fez o quarto.

'Sniper' Alagoano
Diante da atuação cinematográfica do Palmeiras, Apodi não quis ficar atrás. Aos seis da etapa final, o 'highlander' do CSA recebeu na esquerda e mandou um tirambaço de trivela, de muito, muito longe, para fazer um golaço. A bola ainda beijou a trave antes de estufar as redes de Weverton, que nada pôde fazer.

É gol que não acaba mais
Apesar do susto, o Palmeiras seguiu jogando fácil. Scarpa e Willian exigiram boas defesas de Jordi, que foi bem apesar do placar. Aos 29, Lucas Lima, lançado na segunda etapa, cruzou para Luiz Adriano, de sola, fazer o segundo dele no jogo e o sexto com a camisa alviverde em nove jogos. Bruno Henrique, após jogada de efeito de Dudu, invadiu a área para fazer fazer mais um. O festival de gols acabou aos 42, com Ricardo Bueno descontando para o Azulão.