Tamanho do texto

Silvia e Nickollas subiram ao palco do "The Best", da Fifa para receber prêmio destinado aos torcedores, "Fan Award"; conheça a história de mãe e filho

Na última segunda-feira (23), a palmeirense Silvia Grecco, que chamou atenção ao ser flagrada no estádio narrando um jogo do Palmeiras para o filho, Nickollas, deficiente visual e austista, foi premiada no "The Best", da Fifa , com o "Fan Award", prêmio destinado aos torcedores.

Nickollas ao lado da mãe Silvia Grecco arrow-options
Reprodução / Instagram
Nickollas ao lado da mãe Silvia Grecco


Sílvia e Nickollas ficaram famosos há exatamente um ano, quando durante um jogo entre Palmeiras e Corinthians a mulher foi vista narrando a partida para o filho, mas história entre eles começou quanto o menino, hoje com 12 anos, tinha apenas quatro meses.

Leia também: Messi supera Cristiano Ronaldo e Van Dijk e é eleito o melhor do mundo da Fifa

O garoto nasceu prematuro, aos cinco meses e, por conta disso, não desenvolveu sua retina, o que o deixou cego. Além disso, ele tinha pesava apenas 500 gramas quando veio ao mundo. Foram quatro meses internado no hospital e só no final desse período foi adotado por Sílvia, que já tinha uma filha, mas queria aumentar sua família.

Quando ela entrou na fila de adoção, haviam outros 12 casas na frente, mas todos eles desistiram. "Doze casais declinaram por algum motivo. Não, o motivo eu sei: está marcado, ele tinha que ser meu filho. Faz parte da nossa história", disse ela.


Nos primeiros anos de vida, o jovem também foi diagnosticado com um austismo leve, o que não desanimou Sílvia, muito pelo contrário, só aumentou a dose de amor e cuidado pelo filho.

Dois dias após a partida em que Nickollas e Sílvia foram descobertos, diante da repercussão, os dois foram convidados a conhecer o Allianz Parque, a casa do Palmeiras. O garoto pisou no gramado, encostou no símbolo, na taça da Libertadores, tudo narrado pela mãe.

Além de serem homenageados pelo perfil oficial do Palmeiras,  Nickolla s e a mãe receberam o carinho da torcida e de atuais jogadores do clube paulista:

Leia também: Torcedor do Fortaleza acusa Deyverson de racismo e palmeirenses se revoltam