Tamanho do texto

Com o documento retido pelo não pagamento de uma multa ambiental, o ex-jogador irá fazer um acordo para a regularização de sua situação

Lance

Ronaldinho Gaúcho vai pagar R$ 6 milhões para recuperar passaporte arrow-options
Facebook/Reprodução
Ronaldinho Gaúcho vai pagar R$ 6 milhões para recuperar passaporte

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis, realizaram um acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul, pelo não pagamento de uma multa milionária por dano ambiental. Com o acordo, os dois recuperarão os passaportes, retidos desde 2018, por decisão do Tribunal de Justiça.

Leia mais: Sem poder sair do Brasil, Ronaldinho Gaúcho é nomeado Embaixador do Turismo

Segundo o 'UOL', o acordo firmado entre os irmãos e o Ministério Público do Rio Grande do Sul prevê que os dois paguem R$ 6 milhões em multa e indenização até 1º de outubro. Caso o prazo não seja cumprido, o valor subirá para R$ 8,5 milhões, com juros de até 12% ao ano.

Os irmão foram condenados por crime ambiental pela construção ilegal de um trapiche (píer para para atracar embarcações náuticas), com uma plataforma de pesca e atracadouro na orla do Lago Guaíba, área de preservação ambiental, sem autorização. O jogador gastou R$ 8,5 milhões na construção. 

Vale lembrar que, mesmo com os passaportes retidos, Ronaldinho foi nomeado na semana passada como embaixador do turismo brasileiro pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). De acordo com o órgão, o ex-jogador ajudará em diversas campanhas a serem realizadas pelo instituto para a divulgação do turismo brasileiro.