Tamanho do texto

Segundo informações do Blog do Perrone, o clube está sendo cobrado pela falta de pagamento de IPTU referente ao terreno do Parque São Jorge

Lance

Parque São Jorge arrow-options
CORINTHIANS/DIVULGAÇÃO
Parque São Jorge

A Prefeitura de São Paulo acionou o Corinthians na Justiça solicitando o pagamento de R$ 28.469.607,32 referentes ao IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) do terreno do Parque São Jorge, localizado na zona leste da capital paulista. A informação foi publicada pelo Blog do Perrone na manhã desta sexta-feira.

Clique aqui e saiba como assistir aos jogos do Corinthians na Copa Sul-Americana

De acordo com o blog, a cobrança da Prefeitura é referente aos anos de 2014 a 2018. A Justiça determinou que o Corinthians tem cinco dias para quitar a dívida ou apresentar bens para a penhora. O clube ainda tem um mês para contestar a cobrança municipal. 

Através de nota, o Corinthians informou que não foi notificado da ação, mas apresentará sua defesa no caso quando necessário. 'O Sport Club Corinthians Paulista informa que não foi citado. No entanto, a tempo e modo apresentará sua defesa', afirmou o clube ao blog.

Leia mais: Nova camisa do Corinthians é detonada por torcedores nas redes sociais

O Corinthians , assim como outros clubes paulistas, é isento de pagar o IPTU . Entretanto, para isso, o Alvinegro precisa pedir anualmente a isenção à Prefeitura. Como o Timão tem outras dívidas com o município e está inscrito no Cadin (Cadastro Informativo Municipal) não é possível conseguir a isenção do imposto, o que acaba gerando um problema ainda maior para o clube.