Tamanho do texto

Réver, Chará e Elias marcaram os gols de mais uma vitória do Galo diante do La Equidad. Time mineiro agora encara o Colón, da Argentina

Réver fez o primeiro gol do Atlético-MG na Colômbia arrow-options
Julian Medina / DiaEsportivo / Agência O Globo
Réver fez o primeiro gol do Atlético-MG na Colômbia

Mesmo jogando fora de casa e na altitude da cidade de Bogotá, na Colômbia, o Atlético-MG voltou a vencer o La Equidad , dessa vez por 3 a 1, e se classificou para a semifinal da Copa Sul-Americana . No jogo de ida, em Minas, o Galo havia triunfado por 2 a 1, fazendo 5 a 2 no placar agregado.

Saiba como assistir aos jogos do Atlético-MG pela Copa Sul-Americana

O Atlético-MG enfrenta o Colón, da Argentina, na próxima fase da competição. O primeiro jogo será fora de casa, entre os dias 18 e 19 de setembro, com a volta marcada para Belo Horizonte na semana seguinte.

Com a vaga na Sul-Americana garantida, o Galo agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, onde ocupa a sexta colocação na tabela. No domingo, a equipe mineira vai até Itaquera, em São Paulo, para encarar o Corinthians.

O jogo em Bogotá começou bom para o time brasileiro, que abriu o marcador aos 19 minutos, com o zagueiro Réver. No início do segundo tempo, o La Equidad empatou com Mier, mas, dois minutos depois, Chará marcou de cabeça e recolocou o Atlético em vantagem. Já na reta final, Elias deixou sua marca e decretou o triunfo.

O Galo não sofreu nem dentro, nem fora de campo, já que a torcida do La Equidad estava em baixo número, o que não gerava qualquer pressão nos jogadores. Nem contra, nem a favor. Foi um resultado importante e a chance de conseguir um título internacional em 2019 segue vivo para o Atlético. 

Entrou firme e seguro

Ao contrário do jogo de ida, o Galo teve uma postura firme, segura, sem forçar jogadas de forma afobadas. O resultado foi um controle da partida com relativa tranquilidade em todo o primeiro tempo. 

Caminho para a classificação aberta

Em um escanteio cobrado aos 19 minutos, Réver surpreendeu a defesa colombiana e mandou a bola para as redes do La Equidad. O tento anotado aumentou a vantagem alvinegra no confronto. 

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Mier acerta um bom chute e supera o goleiro Cleiton, empatando o jogo. O La Equidad teve um breve momento de sonhar com classificação. Bem breve por sinal. 

Fim do sonho colombiano 
​ 
O La Equidad nem teve tempo de comemorar o empate e pensar em buscar uma classificação. Chará, três minutos depois, aos cinco minutos, aumentou o placar e deu a calmaria para o time seguir na partida em um ritmo sereno, apenas esperando o melhor momento para atacar. Para perder a vaga, o alvinegro teria de perder por 4 a 2, algo improvável pelo futebol apresentado pelo Equidad. 

“Caixão fechado”

Quando o Equidad se animou no jogo, levou o segundo gol. Ao tentar ir de forma desesperada para cima do Atlético, ficou fácil achar espaços. Elias acerta de primeira e confirma a vaga atleticana para a semifinais da Sul. Que venha o Cólon. A vaga só seria perdida em um improvável 5 a 3 para os colombianos. Bom jogo do time mineiro, que deixou os erros de BH para trás. 

FICHA TÉCNICA 
LA EQUIDAD-COL 1 x 3 ATLÉTICO-MG

​​Estádio : El Campín- Bogotá (COL) 
Data-hora : 27 de agosto de 2019, às 21h30 
Árbitro : Esteban Ostojich(URU) 
Assistentes : Gabriel Gopovits e Martin soppi(URU) 
Árbitro de vídeo : Leodan González(URU) 
Cartões Amarelos : Chará, Vinicius, Jair(ATL), Riquett, Pacheco(EQUI) 
Cartões Vermelhos : - 
Público e renda : não divulgados 

Gols : Réver, aos 19’-1ºT(0-1), Mier, aos 2’-2ºT(1-1), Chará, aos 5’-2ºT(1-2), Elias, aos 30’-2ºT(1-3) 

LA EQUIDAD-COL : Nóvoa, Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Motta(Mier, aos 25’-1ºT), Pablo Lima, Vargas, Barona(Jésus González, aos 34’-2ºT), Camacho(De Alba, aos 20’-2ºT) e Peralta. Técnico: Humberto Sierra 

ATLÉTICO-MG : Cleiton, Patric, Réver, Igor Rabello, Fábio Santos; Jair, Elias, Vinicius(Geuvânio, aos 20’-2ºT),Cazares(Otero, aos 39’-2ºT); Chará(Zé Welison 27’-2ºT), aos e Ricardo Oliveira Técnico: Rodrigo Santana.

    Leia tudo sobre: Futebol