Tamanho do texto

A decisão é da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol)

Messi arrow-options
Divulgação
Craque ficará de fora dos duelos contra Chile, México e Alemanha

A Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) anunciou que o jogador Lionel Messi foi suspenso por um período de três meses, não podendo participar de jogos particulares ou oficiais pela seleção argentina, além de ter de pagar uma multa no valor de US$ 50 mil. O argentino ainda pode recorrer da decisão.

Leia também: Seleção brasileira feminina de vôlei vence e garante vaga para as Olimpíadas

Com a punição, Messi vai ficar fora de três partidas da equipe argentina: contra o Chile, no dia 5 de setembro; contra o México, em 10 de setembro, e contra a Alemanha, no dia 9 de outubro. 

Entenda o caso

No final da partida que definiria do terceiro lugar da Copa América , contra o Chile , Messi rejeitou receber a medalha de bronze e disse que o torneio foi manchado por corrupção . "Não nos deixaram estar na final", afirmou.

Em outra afirmação, no mesmo dia, o argentino falou em falta de respeito durante o campeonato. "Não temos de fazer parte dessa corrupção, da falta de respeito ao longo de toda essa copa".

Leia também: Max Verstappen conquista primeira pole de sua carreira no GP da Hungria

Messi, que foi expulso perto do intervalo da partida após uma briga com o chileno Gary Medel, disse que a seleção argentina foi prejudicada deliberadamente no torneio disputado no Brasil. 

O capitão do time argentino admitiu que suas críticas à Conmebol, em que questionou a não utilização do sistema de arbitragem de vídeo em dois lances de suposta grande penalidade na semifinal contra o Brasil , pode ter-lhe custado a expulsão. "Pode ter sido a fatura do que disse antes e foi encomendado", disse.