Tamanho do texto

Repórter que foi demitido da TV Globo afirmou no depoimento que teve uma "participação irrelevante" no suposto caso de estupro

Lance

Mauro Naves prestou depoimento sobre o caso Neymar arrow-options
Divulgação / TV Globo
Mauro Naves prestou depoimento sobre o caso Neymar

O ex-repórter da TV Globo, Mauro Naves, prestou depoimento no inquérito que a Polícia Civil abriu para apurar denúncia de extorsão feita por Neymar e seu pai contra José Edgard Bueno Filho, ex-advogado da modelo de Najila Trindade

Leia as principais notícias sobre o caso Neymar no iG Esporte

O jornalista foi ouvido enquanto a Copa América estava em sua última semana de disputa. Mauro Naves disse ao UOL que afirmou no depoimento que teve uma “participação irrelevante” no caso.

Ele ainda disse que foi recebido de forma “muito respeitosa” na delegacia. O repórter não deu detalhes sobre as perguntas, pois o processo corre em segredo de Justiça. O caso corre no 11º DP.

O envolvimento de Mauro Naves com o caso se deu logo no início das investigações sobre o suposto estupro de Neymar na modelo Najila. Na ocasião, descobriu-se que Mauro passou o telefone do pai de Neymar para o ex-advogado da modelo, José Edgard Bueno Filho .

Ambos também foram vistos almoçando juntos em Teresópolis quando a seleção brasileira se preparava para a Copa América ainda na Granja Comary.

A descoberta não pegou bem na Globo. Logo após a revelação, o jornalista foi afastado da cobertura da Copa América, onde era um dos principais repórteres. No dia 8 de julho, Mauro Naves foi demitido depois de 31 anos de trabalhos na emissora televisiva.