Tamanho do texto

Time carioca saiu na frente, mas o alviverde buscou a igualdade no Allianz Parque após penalidade anotada com a ajuda do VAR

Palmeiras e Vasco abriram a 12ª rodada do Brasileirão%2C no Allianz Parque arrow-options
Luis Moura / WPP / Agencia O globo
Palmeiras e Vasco abriram a 12ª rodada do Brasileirão, no Allianz Parque

Atual campeão e líder do Campeonato Brasileiro , o Palmeiras usou um time alternativo neste sábado, diante do Vasco , na abertura da 12ª rodada da competição. E o placar no Allianz Parque terminou igual: 1 a 1.

Leia também: Corinthians relembra conquista de 1953 e ironiza Mundial do Palmeiras

O Palmeiras subiu aos 27 pontos na tabela de classificação, mas pode perder a ponta para o Santos, que tem 26 pontos e entra em campo no domingo diante do lanterna Avaí, na Vila Belmiro. O Vasco foi aos 13 pontos com o empate.

A equipe paulista usou muitos reservas já pensando no jogo de volta contra o Godoy Cruz, pelas oitavas de final da Libertadores, na terça-feira. Pelo Brasileirão , o próximo compromisso é no sábado que vem, diante do Corinthians, em Itaquera.

Já os vascaínos recebem o CSA em Cariacica, no Espírito Santo, no domingo.

Leia também: Funcionário do Fla cai no "gemidão do zap" durante apresentação de Filipe Luis

Logo aos três minutos de bola rolando, o jovem Marrony abriu o placar para os cruzmaltinos, de cabeça. Aos 15, Gustavo Scarpa marcou para o alviverde batendo pênalti, que só foi anotado pelo árbitro após ajuda do VAR.

Fim da seca

O Vasco teve o melhor começo de jogo possível no Allianz Parque. Com apenas dois minutos de bola rolando, Valdivia cobrou escanteio na medida para Marrony, que ganhou de Thiago Santos no alto para abrir o placar de cabeça. O atacante de 20 anos encerrou o jejum de 24 jogos oficiais sem marcar. A última vez havia sido no dia 2 de março, contra o Boavista, ainda pelo Campeonato Carioca.

Artilheiro iguala

Em vantagem, o cruzmaltino recuou e permitiu uma pressão do Palmeiras. Hyoran levou perigo em chute de longe. Minutos depois, Fernando Miguel afastou cruzamento e, no rebote, o chute de Arthur Cabral bateu no braço de Castan dentro da área. O pênalti foi marcado, após consulta ao vídeo. Gustavo Scarpa, artilheiro da equipe na temporada, cobrou firme no meio do gol para marcar seu oitavo gol em 2019.

A partir daí o jogo seguiu equilibrado com o time carioca compacto na defesa, esperando a contra-ataque e os donos da casa com dificuldades de achar espaços. Ambas as equipes usavam muito as faltas como recurso para interromper as jogadas adversárias.

Faltou pontaria

Na volta do intervalo, os anfitriões voltaram a aumentar o volume ofensivo em busca da virada, comandados por Dudu. As tentativas do camisa 7 e de Arthur Cabral paravam em Fernando Miguel ou não iam no alvo.

Susto na torcida

Apesar da pressão palmeirense, a melhor chance de gol na segunda etapa foi vascaína. Em erro de saída de bola do Alviverde, Pikachu cruzou da direita, Weverton afastou e, no rebote, Marcos Junior cabeceou no travessão. Felipão e Luxemburgo ainda tentaram cartadas finais em busca da vitória, com as entradas dos atacantes Talles, pelos visitantes e Carlos Eduardo, pelos locais, mas o empate persistiu até o apito final.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 1 VASCO

Data/Hora : 27/07/2019, às 17h (de Brasília)
Local : Allianz Parque, São Paulo (SP)
Público/ Renda : 37.754/ R$ 2.553.733,15
Árbitro : Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes : Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Árbitro de vídeo : Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes de árbitro de vídeo : Wanderson Alves de Sousa (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Cartões amarelos : Thiago Santos (PAL); Leandro Casta, Bruno César, Henrique, Marcos Jr (VAS)
Cartão Vermelho : Não houve.

Gols : Marrony (3’/1ºT, 0-1), Gustavo Scarpa (14’/1ºT, 1-1)

Palmeiras : Weverton; Jean, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique (Matheus Fernandes, 27’/2ºT) Hyoran (Carlos Eduardo, 33’/2ºT), Gustavo Scarpa (Raphael Veiga, 21’/2ºT) e Dudu; Arthur Cabral Técnico: Luiz Felipe Scolari

Vasco : Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul (Andrey, 29’/2ºT), Marquinho (Marcos Jr, 12’/2ºT) e Bruno César; Marrony e Valdívia (Talles, 13’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

    Leia tudo sobre: Futebol