Lance

Lance

felipe melo em ação pelo palmeiras
Divulgação/Godoy Cruz
Palmeiras empatou com o Godoy Cruz na Argentina

O Palmeiras respirou aliviado ao empatar por 2 a 2 diante do Godoy Cruz , na Argentina, após estar perdendo por 2 a 0 e ver Weverton até pegar pênalti. Mas o resultado na ida das oitavas de final da Libertadores, nessa terça-feira, marcou a maior sequência sem vitórias do clube em mais de dois anos.

Já são quatro partidas consecutivas sem vencer. Um número negativo que não ocorria desde junho de 2017, quando Cuca ainda iniciava a sua segunda passagem pelo Palmeiras .

A semelhança entre essas duas sequências é que ambas iniciaram contra o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, com duelo diante do Internacional logo depois, no Beira-Rio, pela Copa do Brasil.

Leia também: Borja marca golaço e Palmeiras busca empate com Godoy Cruz na Argentina

A principal diferença é que, embora essa sequência atual tenha menos derrotas (duas, contra três do time de Cuca em 2017), o saldo agora é negativo. Há dois anos, a derrota por 2 a 1 para o Internacional valeu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, já que o gol fora de casa valia como critério de desempate e o Verdão tinha vencido por 1 a 0 no Allianz Parque. Desta vez, contudo, o 1 a 0 a favor do Colorado levou a disputa para os pênaltis, com eliminação alviverde.

Exatamente antes de iniciar a atual sequência negativa, o Palmeiras estabeleceu o recorde de vitórias seguidas em partidas oficiais no século. Ao bater o Internacional por 1 a 0, em 10 de julho, no Allianz Parque, o time alcançou 11 triunfos consecutivos, o que não ocorria desde 1996. Depois, empate diante do São Paulo, derrotas para Inter e Ceará (esta última quebrou uma invencibilidade de 33 rodadas no Brasileiro) e o 2 a 2 ante o Godoy Cruz.

O Palmeiras já tinha ficado três jogos sem vencer nesta temporada. Isso aconteceu nos dois empates por 0 a 0 diante do São Paulo, pelas semifinais do Campeonato Paulista, em 30 de março e 7 de abril, e na derrota por 1 a 0 para o San Lorenzo, na Argentina, pela Libertadores, entre eles, em 2 de abril.

Na atual passagem de Felipão, teve ainda outra sequência de três partidas sem vitória, no ano passado. O time perdeu do Boca Juniors por 2 a 0, na Argentina, pela Libertadores, em 24 de outubro, e ficou no 1 a 1 diante do Flamengo, no Maracanã, em 27 de outubro, pelo Brasileiro, e no 2 a 2 ao decidir as semifinais da Libertadores ante o Boca Juniors, em 31 de outubro, no Allianz Parque.

O Palmeiras tenta quebrar essa sequência negativa neste sábado. Líder do Campeonato Brasileiro com 26 pontos (igual ao Santos, mas superior no saldo de gols), o time recebe o Vasco, às 17h deste sábado, no Allianz Parque, pela 12ª rodada da competição nacional.

Veja a sequência anterior de quatro partidas sem vitória do Verdão:

27/5/2017 - São Paulo 2 x 0 Palmeiras - Morumbi - Brasileiro
31/5/2017 - Inter 2 x 1 Palmeiras - Beira-Rio - Copa do Brasil
04/6/2017 - Palmeiras 0 x 0 Atlético-MG - Allianz Parque - Brasileiro
07/6/2017 - Coritiba 1 x 0 Palmeiras - Couto Pereira - Brasileiro

Confira a sequência atual sem vitória do Palmeiras:

13/7/2018 - São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Morumbi - Brasileiro
17/7/2018 - Inter (5) 1 x 0 (4) Palmeiras - Beira-Rio - Copa do Brasil
20/7/2018 - Ceará 2 x 0 Palmeiras - Castelão - Brasileiro
23/7/2018 - Godoy Cruz 2 x 2 Palmeiras - Malvinas Argentinas - Libertadores

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários