Tamanho do texto

"Como você vai ser a favor de um instrumento que te atrasa o jogo em dez minutos, e todos em lances interpretativos?", disse o técnico do Tricolor

Lance

Rogério Ceni, técnico do Fortaleza, disparou contra o VAR arrow-options
Site oficial
Rogério Ceni, técnico do Fortaleza, disparou contra o VAR

O VAR continua dando o que falar no futebol brasileiro. Neste final de semana, o jogo que mais chamou a atenção devido aos lances polêmicos aconteceu no Independência, em Belo Horizonte, no choque entre Atlético-MG e Fortaleza .

Irritado pela arbitragem confusa de Edina Alves Batista, o técnico Rogério Ceni foi direto ao ponto e falou sobre os lances de pênalti que foram assinalados pelos responsáveis por analisar o vídeo.

"Como você vai ser a favor de um instrumento que te atrasa o jogo em dez minutos, e todos em lances interpretativos? O primeiro pênalti que foi marcado, o segundo pênalti que foi marcado. Ninguém verificou a imagem do Carlinhos antes do pênalti, tem que verificar a totalidade do lance", comentou.

Leia também: Após nascer de novo, gringo atende chamado de Ceni no "desconhecido" Fortaleza

"O problema não é o VAR, é que a cada dia se distorce mais, se abre um leque de opções. Têm três caras no ar-condicionado por onde tem que passar o lance. A decisão cabe pra quem está no campo", desabafou Ceni na entrevista coletiva.

"No pênalti a nosso favor, tinha sido uma bola na mão do jogador do Atlético. A bola sai da área, ela volta e tem um pênalti no André (Luís). O quarto árbitro conseguiu ter a capacidade de dizer que eles estavam verificando se não tinha tido algum impedimento na jogada antes do pênalti. Sabemos de todas as nossas dificuldades, mas com tanta coisa assim contra uma equipe que não tem tanta tradição assim na Série A sobreviver a uma situação dessas", completou.

O resultado de igualdade em Minas Gerais deixou o Fortaleza de Rogério Ceni na 14ª colocação, com 14 pontos. Na próxima rodada o rival é o Corinthians, na Arena Castelão.

    Leia tudo sobre: Futebol