Tamanho do texto

Natural de Ilhéus, novo advogado é o quarto a assumir a defesa da modelo de 26 anos

Najila Trindade
SBT/Reprodução
Novo advogado de Najila defende a modelo.

O advogado baiano Cosme Araújo afirmou nesta quinta-feira que assumiu a defesa da modelo Najila Trindade, de 26 anos. Ele é o quarto defensor da jovem desde que a acusação de estupro contra Neymar veio à tona, em 1º de junho. Em entrevista ao GLOBO na manhã desta quinta-feira, Cosme disse que sua cliente não tem motivos para mentir e que não vai aceitar provocações de assessores do atacante da Seleção, que prestará depoimento na tarde desta quinta-feira em São Paulo.

Leia também: Meme espanhol pergunta: "Qual será o próximo escândalo de Neymar?"

— Ela ( Najila ) perdeu a confiança nos outros advogados. Houve muito vazamento. Parece que eles querem passar para o mundo que ela é uma bandida ou é louca. Mas não vão conseguir. Querer é uma coisa, conseguir é outra — disse Cosme. — Pensa bem: se estivesse mentindo, ela não teria por que insistir tanto na acusação.

Neymar e seguranças
Aloisio Mauricio/Fotoarena/Agência O Globo
Neymar chegou à delegacia nessa tarde para depor sobre estupro denunciado por Najila Trindade.

Embora a polícia de São Paulo ainda não tenha recebido a procuração de Cosme e ele não tenha se encontrado com a modelo presencialmente, o advogado afirma que está conversando com Najila "três, quatro vezes por dia" e está se inteirando do caso. Ele disse que não conseguirá viajar a São Paulo nesta quinta-feira para acompanhar o depoimento do atacante à polícia.

Questionado sobre o fato de que a modelo não entregou para a polícia até hoje o vídeo de sete minutos que poderia comprovar as agressões de Neymar , Cosme respondeu que não comentaria o assunto porque isso faz parte do "sigilo profissional" entre advogado e cliente.

O primeiro representante da modelo foi José Edgard Bueno, acionado por ela logo após o retorno de Paris, onde se encontrou com Neymar. Bueno orientou sua cliente a buscar um acordo de reparação com o jogador, mas a estratégia não deu certo.

Leia também: Usando muletas, Neymar chega à delegacia em SP para depor sobre caso de estupro

A defesa passou a ser feita, então, por Yasmin Abdalla. Menos de uma semana depois, no dia 6 de junho, Yasmin deixou o caso e o repassou para um amigo, Danilo Garcia de Andrade, que acompanhou Najila durante o depoimento à polícia na sexta-feira da semana passada.

Andrade abandonou a defesa na segunda-feira. Segundo ele, Najila  quebrou sua confiança ao não entregar para os investigadores o vídeo que teria feito de Neymar, como prometera no depoimento, e ao sugerir que o próprio advogado estaria por trás do sumiço do seu tablet. Andrade disse que não tem como defender "alguém que não entrega provas".