Tamanho do texto

Em meio à polêmicas, dirigente garantiu que o camisa 10 irá participar da Copa América

Neymar treinando arrow-options
Mowa Press
Rogério Caboclo, presidente da CBF, garantiu que Neymar jogará a Copa América.

Depois de Tite e Edu Gaspar comentarem as acusações contra Neymar, o Presidente da CBF , Rogério Caboclo, veio a público garantir que o craque disputará a Copa América. Em entrevista coletiva em Paris, onde acompanha a seleção feminina para a disputa da Copa do Mundo, o dirigente falou sobre o caso. 

Leia também: 

Ao ser questionado sobre a possibilidade de cortar Neymar da seleção, Caboclo mostrou confiança no atleta e garantiu que o atacante jogará a Copa América. "Não há expectativa alguma de que o Neymar não esteja na Seleção na Copa América . [...] Temos total confiança no Neymar, sabemos a pessoa que é, o homem que é, o atleta que é.", ressaltou o presidente. 

O dirigente afirmou que o pedido de adiamento do depoimento de Neymar aconteceu por conta da viagem que a seleção fará para disputar os amistosos contra Qatar e Honduras. O presidente disse, ainda, que o desejo da CBF é que o jogador esclareça a situação perante as autoridades o quanto antes. "Quanto antes a gente puder apresentar o jogador e ele fazer o seu depoimento, melhor para todos", disse Caboclo .

Neymar lamentando arrow-options
O Globo
O presidente da CBF disse não temer manifestações contra Neymar por parte da torcida.

Quando perguntado sobre possíveis manifestações da torcida contra Neymar, Caboclo desconversou e disse que a torcida vai saber reconhecer a importância do craque pra seleção . "Acho que não, são situações diferentes. Neymar é um atleta consagrado, um dos grandes jogadores do mundo. Uma situação extracampo com uma pessoa notória como ele pode acontecer com qualquer um. As pessoas públicas estão sujeitas a essa exposição. A torcida vai saber separar o craque que ele é, o quanto ele é importante para os títulos que almejamos", afirmou o presidente.

Na última sexta-feira (31), uma mulher registrou um boletim de ocorrência acusando Neymar de ter cometido estupro. O crime teria acontecido durante um encontro realizado em Paris, no dia 15 de maio. 

    Leia tudo sobre: Futebol