Após não classificar o Milan para a Champions, Gattuso foi demitido.
Reprodução
Após não classificar o Milan para a Champions, Gattuso foi demitido.

Após não se classificar para a Champions, o Milan viveu uma terça-feira complicada. Isso porque o time de Milão confirmou, na manhã de hoje (28), que o dirigente e diretor esportivo Leonardo e que o técnico e ídolo Gennaro Gattuso não seguirão com a equipe na próxima temporada.

Leia também: Inter de Milão e Atalanta garantem vaga na Champions, e Milan fica de fora

Especulado para integrar a diretoria do PSG, Leonardo  oficializou sua saída do  Milan nesta manhã. O dirigente havia assumido o cargo em julho de 2018 e monitorou as transferências feitas pelo clube. Com a saída do brasileiro, Gattuso também deveria deixar o clube. E o anúncio não demorou.

Segundo jornais italianos, o Milan e o técnico chegaram à um acordo amigável. Em entrevista ao jornal "La Reppublica", Gattuso afirmou que abriu mão de dois anos de contrato - que renderiam 25 milhões de euros ao treinador - por amor ao clube. 

O anúncio das saídas acontece dois dias depois do fim de temporada dramático vivido pelo Milan . A equipe chegou à última rodada podendo se classificar para a Champions. Apesar de ter vencido o SPAL, a equipe não conseguiu a vaga para o torneio e disputará a Liga Europa na próxima temporada.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários