Tamanho do texto

Thiago Heleno e Camacho testaram positivo para complemento nutricional. Suspensão inicial é de 60 dias para cada atleta

thiago heleno
site oficial Athletico
Thiago Heleno e Camacho foram pegos no doping durante partida da Libertadores

Lance


O Athletico Paranaense ganhou dois desfalques para os próximos dois meses da temporada em função de um teste de doping feito pela Conmebol na quarta rodada da Copa Libertadores.

Leia também:  Real Madrid cogita pagar R$ 1 bilhão para PSG liberar Neymar; veja mais

O teste de doping deu resultado positivo para um complemento nutricional antes do jogo frente ao Tolima no dia 9 de abril nos atletas Thiago Heleno (zagueiro) e Camacho (meio-campista). As informações foram publicadas no portal UOL pelo jornalista Napoleão de Almeida.

No último compromisso do Furacão, a derrota por 2 a 1 para o Boca Juniors, Thiago Heleno já esteve fora da relação por problemas físicos e nem viajou para a Argentina.

O resultado do exame inicialmente deixa os dois atletas suspensos em caráter preventivo por 60 dias até que explicações por parte dos atletas e do Athletico sejam passadas e analisadas pela Conmebol.

Outros dois nomes também fizeram uso do mesmo produto que foi receitado aos atletas pelo próprio departamento de nutrição do Rubro-Negro paranaense, casos de Bruno Guimarães (também não jogou contra o Boca em quadro clínico informado pelo clube como de forte gripe) e João Pedro, emprestado ao Paraná e que está relacionado para jogar frente ao Cuiabá nesse sábado (11) pela Série B.

Leia também:  Confira 10 vezes em que jornalistas esportivos se envolveram em polêmicas

Até o momento, o Athletico Paranaense não se pronunciou sobre a notificação do doping pela Conmebol.