Tamanho do texto

Venê Casagrande, de "O Globo" afirmou que não foi ele quem fez as ofensas contra a comentarista Ana Thaís Matos em uma publicação na rede social

Ana Thaís Matos e Venê Casagrande
Reprodução
O repórter Venê Casagrande foi demitido após xingar Ana Thaís Matos no Twitter

O repórter Venê Casagrande, de "O Globo", foi demitido depois que um tuíte com ofensas à comentarista Ana Thaís Matos, do SporTV, foi publicado em seu perfil na rede social. A assessoria de imprensa da Infoglobo confirmou ao "Uol" que a demissão aconteceu por conta do episódio com a comentarista.

A confusão entre o repórter e a comentarista começou no último domingo (05), quando Ana Thaís Matos retuitou uma foto do árbitro Ricardo Marques Ribeiro fazendo uma oração em frente ao VAR antes da partida entre São Paulo e Flamengo, no Morumbi. "Que coisa mais patética", escreveu.

Leia também:  Confira 10 vezes em que jornalistas esportivos se envolveram em polêmicas

Foi quando surgiu um post na conta de Venê Casagrande ofendendo a comentarista . "Vai tomar no c…, sua piranha. Vive pagando de politicamente correta e agora quer criticar a crença alheia? Vai se f….", dizia a postagem.

Alguns dias depois, o repórter fez um novo post pedindo desculpas, mas afirmou que não foi ele quem fez as ofensas. Venê disse que provavelmente sua conta foi invadida. "Recebi um print com a conversa, pensei se tratar de uma montagem, pois não tinha escrito aquilo. Avisado que aquilo havia sido realmente postado e apagado, pensei ter tido a conta invadida. Tomei as providências de troca de senha e reinicialização da conta", afirmou.